“Vamos incentivar novos talentos e gerar renda com a criação do Centro de Economia Criativa”, garante Isidório

Entre as principais propostas dos candidatos a prefeito e vice da coligação “Vamos Cuidar de Gente” (Avante, PSD, PMB), Pastor Sargento Isidório e Eleusa Coronel, estão aquelas voltadas à recuperação econômica de Salvador no período pós-pandemia.

Além da concessão de moratória a empresas que contraíram dívidas durante a pandemia da Covid-19 e da isenção de taxas municipais e impostos para novas empresas no seu primeiro ano fiscal para estimular a geração de empregos, Isidório destaca a criação do Centro de Economia Criativa (CeCria), um centro de formação e desenvolvimento de áreas como empreendedorismo cultural, confecções, gastronomia, tecnologia da informação, entre outros para produzir futuros talentos criativos e encaminhá-los ao mercado de trabalho.

“Queremos não só ajudar a recuperar as empresas que foram prejudicadas com a pandemia, mas também estimular os empreendedores que surgiram nesse período em que as pessoas precisaram se reinventar para ganhar seu sustento, enfatiza o candidato.

A ideia de acordo com Isidório, é criar condições para setores nos quais Salvador tem vantagens competitivas, redes de fornecedores e mão de obra especializada, como é o caso da economia criativa, agregando valor aos produtos, gerando emprego, renda e oportunidades.

Para Eleusa, reorientar as políticas de atração de investimento e estimular a produtividade, são o caminho para reaquecer a economia de Salvador. “Baiano é um povo criativo por natureza, portanto temos que aproveitar esses talentos e gerar renda para a população, principalmente através dos pequenos negócios que cresceram em diversos bairros da cidade e precisam de estabilidade”, assegura.

Segundo Isidório, as propostas do plano de governo dele e de Eleusa voltadas à economia criativa, contemplam ainda a criação do programa de Fomento da Economia Criativa (CriAtiva), para implementar, junto com os empreendedores, ações de estímulo ao setor, tendo como contrapartidas a criação de programas de trainees nas empresas e parcerias na gestão e execução dos conteúdos ofertados pelo Centro de Economia Criativa.

Eleusa lembra também do “Governança Criativa”, um programa de fomento às startups voltadas à criação de soluções específicas para o setor público. “Com esse programa, a prefeitura poderá se transformar num grande laboratório para a implementação de soluções inovadoras em gestão, que poderão ser compartilhadas e exportadas para todo o mundo. Queremos que Salvador seja um modelo de gestão inspiradora. Isso é cuidar de gente em todos os aspectos”, explica a candidata. (Coligação Vamos Cuidar de Gente)

Foto: Carlos Casaes/Ag.BAPRESS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *