Prefeito de Simões Filho faz balanço da gestão e diz que executou mais de 80% do plano de governo

O prefeito de Simões Filho e candidato à reeleição, Dinha Tolentino (MDB), fez um balanço dos seus três anos e nove meses à frente da gestão da cidade e afirmou que executou mais de 80% do plano de governo. Além de prestar contas, ele também destacou alguns eixos prioritários do plano de governo como, por exemplo, a ampliação dos investimentos na área da saúde.

“Eu sabia das dificuldades da cidade quando estava em campanha em 2016, mas quando assumimos e fomos ver de perto, a situação era muito pior. Os salários dos servidores estavam atrasados, a saúde e a educação sucateadas e uma dívida de mais de R$ 350 milhões. Iniciamos um novo governo em janeiro de 2017 e começamos a negociar, tratar cada centavo do dinheiro público com responsabilidade. Resgatamos a credibilidade da nossa cidade, tiramos o nome do município do SPC”, explica Dinha.

Quando comparada as ações realizadas na cidade com o que foi apresentado como proposta por Dinha e o vice-prefeito Sid Serra (PSDB) em 2016, os números apontam que mais de 80% do plano de governo foi executado. O gestor ainda elencou projetos e obras que tiveram grande impacto social, melhorando a qualidade de vida dos cidadãos.

“Nós mudamos a realidade do nosso município. Pautamos o nosso governo na realização de grandes obras, como a Via Universitária e o Eco Park Tanque do Coronel. Fizemos o maior programa de pavimentação asfáltica de Simões Filho, com mais de 200 ruas asfaltadas, reforma do Estádio Edgar Santos, que há dez anos estava abandonado. Além do Novo Mercado Municipal, que será entregue junto com um novo Sistema Viário no seu entorno”, ressalta o prefeito.

Outro tema destacado por Dinha, foi a área da saúde, onde Simões Filho obteve grandes avanços. De acordo com o balanço, nessa gestão foram construídos cinco postos de saúde, uma Unidade de Enfrentamento ao Coronavírus e a aquisição de 17 respiradores para ajudar no combate a Covid-19. Também foram adquiridas novas ambulâncias e feitos diversos investimentos na saúde básica municipal.

“Aqueles que se dizem médicos, deixaram a saúde com salários atrasados, postos de saúde fechados, sem equipamentos e servidores desmotivados. Essa foi saúde que recebemos. Só tinham duas ambulâncias funcionando. Compramos uma frota nova. Hoje são três ambulâncias do SAMU. Também, fizemos a aquisição de mais duas ambulâncias tipo B, com recursos do município, e conseguimos junto a deputada Kátia Oliveira uma ambulância zero quilômetro. Hoje nós temos 11 ambulância”, relata.

Sistema de Transporte
Outro ponto colocado em evidência, foi a situação do transporte público municipal. Conforme explica Dinha, a Prefeitura de Simões Filho tem feito esforços para atrair empresas e oferecer transporte de qualidade para a população. “Tentamos licitar três vezes, mas justamente por causa da imagem ruim que tinham da nossa cidade, não tivemos empresas interessadas, mas essa realidade mudou e em breve a nossa população contará com um novo Sistema de Transporte, inclusive com a implantação da Rodoviária de Simões Filho”, afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *