Deputado repudia agressão contra candidata a vereadora do PSB de Santo Antônio de Jesus

O deputado estadual Marcelinho Veiga (PSB) repudiou as agressões verbal e física que a candidata a vereadora de Santo Antônio de Jesus, Dani Fidelis (PSB), sofreu no último final de semana. Nesta quarta-feira (28), o parlamentar pediu apuração rigorosa do caso, defendeu a democracia e destacou que o processo eleitoral deve ter a participação direta da justiça e das forças de segurança do estado.

“É uma situação que precisa da intervenção da polícia e da justiça. Os agressores devem ser localizados e punidos, não se pode permitir que atos como esse se repitam. Sabemos que a população de Santo Antônio de Jesus não compactua com violência. Vamos cobrar urgência nessa apuração dos fatos”, detalha Marcelinho Veiga. A candidata Dani Fidelis fez o exame de corpo e delito na última terça-feira (27).

De acordo com narrativa da postulante a uma vaga na Câmara, na saída de uma visita a lideranças políticas com sua equipe de campanha, ela seguia em direção a carro quando foi seguida, abordada e agredida pela candidata de oposição Andreia Novais (PSL). Ela ainda enfrentou o marido de Novais, atual presidente do PSL no município, e o filho. A prima da vítima, de 14 anos, que filmava o ocorrido, foi obrigada pelos suspeitos a deletar o vídeo.

Um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia Territorial de Santo Antônio de Jesus. Dani explica ainda que não teve reação após sofrer xingamentos e agressão física. “O filho estava armado, levantou a camisa, mostrou a arma e disse que iriam acabar com a minha vida. Só pedia para ela [Andreia] me respeitar. Até a minha prima de 14 anos, eles tentaram agredir porque ela estava filmando. Eles disseram que era para ela apagar, se não iriam quebrar o celular”, aponta Dani via assessoria do PSB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *