Mesmo com nova ambulancha o atendimento do SAMU deixa idosa sem socorro por quase 8 horas

Parentes da idosa de 83 anos acompanham o atendimento dos paramédicos

Há quatro dias do anúncio feito pelo prefeito ACM Neto, sobre a entrega de mais uma ambulancha do Samu para servir as três ilhas pertencentes ao município de Salvador, o atendimento de uma ocorrência, nesta sexta-feira (04), na Ilha de Bom Jesus dos Passos, mostrou que a logística em mar não é eficiente. Apesar do novo equipamento o socorro quase oito horas e meia para acontecer.

Uma idosa de 83 anos sofreu uma queda às 04 da madrugada. Imediatamente, o SAMU foi acionado através do telefone 192, mas a equipe só chegou por volta das 12 horas. Considerando que o percurso entre a região do Comércio, feito em lancha rápida, até a pequena ilha ao Norte da Bahia de Todos os Santos, levaria, no máximo, 40 minutos, a demora não parece justificável. “A lancha tem que ficar fundiada próximo às Ilhas de Maré, Frades e Bom Jesus dos Passos. Não foi um evento isolado. É sempre assim quando precisamos. Hoje demorou, mas tem vezes que nem vem”, reclamou Marcos Lessa, filho da idosa que sofreu o acidente.

Foto Divulgação:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *