Alicerce familiar a educação vem de berço

“Educação é aquilo que a maior parte das pessoas recebe, muitos transmitem e poucos possuem”. Karl Kraus.  

Alicerce familiar a educação vem de berço. Pais modernos não estão sabendo impor limite, disciplina e responsabilidade aos filhos. A educação está deseducada em casa e na escola, razão das atitudes da humanidade na atualidade. A ausência de educação e consciência da população neste momento da pandemia da COVID-19, chegamos à conclusão que o comportamento do ser humano chegou ao extremo quando não pensa nem respeita o direito do próximo. Resgatar o alicerce e a essência familiar é de fundamental importância nesta próxima década do século XXI, considerando que a base da educação familiar em termos de orientação, responsabilidade, disciplina, limite e respeito cabe a família. O desvio de conduta do ser humano chegou ao limite e a sociedade vem vivendo intranquila, com medo, insegura e desconfiada de tudo e de todos.

Filhos são referências e exemplos de educação, atitude e dignidade dos pais. É vergonhoso como o desrespeito já começa em casa e reflete na escola. As crianças não respeitam mais professores e colaboradores nos estabelecimentos de ensino, não por culpa deles, mas sim, por culpa de pais que não colocam a questão da educação familiar como prioridade, afinal a educação é a base do desenvolvimento humano. Educação liberta o cidadão. Educação, afeto, confiança, autoestima e dignidade são os principais patrimônios que pais devem deixar para os filhos.  

Respeito, disciplina, limite, comportamento, responsabilidade e compromisso com as causas coletivas se aprendem em casa. Ética, interação, amizade, lealdade, pureza, solidariedade, cooperação e compartilhamento entre irmãos se aprendem também em casa. São princípios e valores educacionais do ser e não do ter consumismo. O ter na cabeça dos jovens na atualidade, é o que tem prevalecido sendo um dos causadores do desvio de conduta e da ambição que tem levado o jovem a um caminho sem volta, inclusive deixando muitos pais desesperados, arrependidos, culpados e com saudades por não mais estar entre eles.

Muitos pais se esquecem que os filhos querem é um amigo para conversar, assistir um filme, um show, um jogo, ir ao restaurante, uma praia, jogar uma pelada, enfim querem estar ao lado do pai e ser um filho, irmão de fé e camarada e não um estranho colega.

Hoje, o que mais se vê são filhos órfãos de pais vivos e depressivos por falta de afeto dos pais. Quando querem falar com o pai, ou a mãe esses estão ocupados com muitas atividades, o que tem provocado o filho a recorrer ao uso de drogas, bebidas alcoólicas   e a praticar atos de delinquências, dentre outros, devido a carência que sentem dos pais. “Todo homem, cada homem, é responsável pelo destino da humanidade, por suas ações ou omissões”.  

Princípios familiares e educacionais são as ferramentas básicas de formação, transformação e socialização da criança, considerando que família é o alicerce e a educação a base de todo cidadão. Só poderemos formar bons cidadãos, ensinando as crianças desde as primeiras letras a serem cidadãos. Educação vem de berço. Pais educam e a escola ensina! Educar para transformar é preciso para um mundo melhor para todos.

“Só existirá democracia no Brasil no dia em que se montar no país a máquina que prepara as democracias. Essa máquina é a da escola pública.” “Numa democracia, nenhuma obra supera a de educação”. Anísio Teixeira.  

“A dignidade do homem reside na família (Papa João Paulo II)”.  

Um Feliz Natal e Um Ano cheio de SAÚDE para todos!  

Alderico Sena – Especialista em Gestão de Pessoas e Master em Autoconhecimento e Desenvolvimento Humano – Avatar Wizard – Star’s Edge International – Orlando/Florida – EUA – www.aldericosena.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *