Adolfo Menezes diz que novo reajuste do diesel e gasolina é “acinte contra povo brasileiro

Presidente da ALBA aponta dolarização mantida pelo Governo federal como responsável pela alta

“O preço dos combustíveis continua disparando porque está atrelado ao dólar. Não adianta baixar o ICMS, afetando a arrecadação de estados e municípios, porque o problema é do governo federal e a política de preços da Petrobras. O ICMS e os governadores não têm nada a ver com a escalada do preço dos derivados do petróleo”, crítica o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia — ALBA, deputado Adolfo Menezes ao reagir ao aumento, hoje (17.06) de 14,26% no diesel e 5,18% na gasolina.

Menezes diz que é “um acinte” com o povo brasileiro esta escalada nunca vista dos preços dos combustíveis. “Dolarizar o preço dos do diesel e da gasolina significa botar mais dinheiro no cartel dos combustíveis e massacrar ainda mais a nossa população, principalmente a mais pobre: um alface plantado na horta precisa do diesel ou da gasolina pra chegar na feira, na cidade. É um absurdo o que está acontecendo no Brasil”, detona o chefe do Legislativo baiano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.