Baile Favellê: Evento apresenta ao público de Salvador música, performance e tecnologia

Baile vai ser realizado no próximo dia 13 de agosto, na Casa Rosa, no bairro do Rio Vermelho, com artistas que integram o selo Favellê Music

Salvador recebe, no próximo dia 13 de agosto, um sábado, uma edição especial do Baile Favellê. O evento, que acontece na Casa Rosa, no bairro do Rio Vermelho, a partir das 19h, é voltado para convidados da imprensa e do setor cultural e artístico da capital baiana e vai reunir 25 artistas que integram o selo Favellê Music, idealizado pelo multinstrumentista Marivaldo dos Santos.
Marivaldo, que é nascido e criado na comunidade do Nordeste de Amaralina, em Salvador, explica que essa é a primeira edição do baile no Brasil. O evento já teve duas edições realizadas em Nova York, cidade onde o artista baiano reside há mais de 20 anos.
A primeira edição aconteceu em dezembro, no espaço Loft 51, e reuniu diversos artistas locais, contando inclusive com uma apresentação do Stomp, show internacionalmente conhecido, em cartaz desde o fim dos anos 1990 na Broadway e do qual Marivaldo faz parte. Já a segunda edição aconteceu no prestigiado Lincoln Center, no último dia 23 de julho.
A proposta agora é que os públicos baiano e brasileiro tenham a oportunidade de conhecer o Baile Favellê e os artistas que integram o novo selo. O Favellê Music se propõe a lançar profissionalmente no mercado artistas das favelas e de comunidades periféricas de todo o Brasil. O baile surge como um produto para que o público possa também conhecer o trabalho desses artistas.
O evento reúne música, dança, performance e tecnologia. Segundo Marivaldo, a edição especial do Baile Favellê em Salvador busca apresentar também o conceito do evento, de forma que possa ser realizado em outras cidades brasileiras.
Investimento
Marivaldo dos Santos sabe bem a importância em contar com um suporte para poder projetar uma carreira artística. “Saí de Salvador e fui tentar ganhar a vida como músico em Nova York. Deu certo, mas sei que não é toda história que acaba assim. É por isso que tento usar toda a experiência que acumulei ao longo desses anos para dar suporte aos nossos artistas das favelas e das periferias”, diz.
Nesse momento, ele também está em busca de patrocinadores para potencializar as ações da gravadora. “Estamos buscando diálogo com investidores que tenham interesse em vincular a marca ao Favellê Music e fortalecer esse movimento, que representa um novo portal para as favelas e periferias. Nossa empresa tem o intuito de revelar novos artistas e novos estilos musicais desses tantos talentos espalhados por nosso Brasil”.
Marivaldo espera que o investimento feito nos artistas possa retornar às respectivas comunidades, tanto do ponto de vista material, considerando o aspecto financeiro, quanto do ponto de vista cultural, social e pessoal, trabalhando autoestima dos moradores dessas localidades e contribuindo para desconstruir os preconceitos estabelecidos por grupos hegemônicos acerca das favelas e comunidades periféricas do país. “Acima de tudo, queremos mostrar que precisamos dar passos à frente sem nunca esquecer de onde viemos”, conclui.
A atuação do Favellê Music junto aos 25 artistas é contínua. Os trabalhos de cada um serão lançados ao mercado ainda ao longo de 2022 e 2023. O objetivo de Marivaldo dos Santos é também, a cada ano, agregar novos talentos ao selo.

Crédito das fotos: Kevin Yatarola

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.