BMX da Bahia é aposta do Brasil para ciclo Olímpico Paris 2024

BMX da Bahia é aposta do Brasil para ciclo olímpico Paris 2024 

A aposta da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) no BMX da Bahia já no próximo ciclo olímpico Paris 2024 é um dos resultados imediatos após conquista do Mundial pelo atleta baiano Jaldo Caribé Filho na última semana de julho, em prova realizada em Nantes, na França, com organização da União Ciclística Internacional (UCI).

Além de Jaldo Caribé, a Bahia é destaque na modalidade pelas conquistas de Paola Reis, campeã  do Brasileiro/2022 na categoria elite feminino (em 2019, a atleta garantiu a medalha de prata no Pan-Americano, em Lima), e Mardevacson Fonseca, vice-campeão Brasileiro/2022, na categoria sub-23.

O compromisso da CBC na parceria de investimento no BMX da Bahia já neste ciclo olímpico de 2024 foi assumido pelo presidente da instituição, José Luiz Vasconcellos, durante longa conversa mantida, na manhã desta terça-feira (02), por telefone, com Vicente Neto, diretor geral da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte.

“A série de conquistas dos baianos no BMX tem chamado a atenção da CBC, que observa estar a modalidade na Bahia em um patamar diferenciado. Com isso, os atletas baianos da modalidade tornam-se parte fundamental para a conquista de medalhas por brasileiros na Olimpíada de 2024”, destaca o diretor geral da Sudesb, informando que, em futuro breve, irá apresentar à Confederação um plano para a modalidade na Bahia, definindo de que forma a CBC poderá reforçar as políticas públicas já em execução pelo Estado.

Na manhã desta terça-feira, Vicente recebeu o campeão Jaldo Caribé e o seu treinador, Leonardo Gonçalves, na sede da autarquia. Além do agradecimento pelas passagens cedidas pela Sudesb para que pudesse participar da prova em Nantes, Jaldo contou ser seu próximo desafio o Pan-Americano, a ser realizado nos dias 10 e 11 de setembro, na Argentina. Já Paola e Mardevacosn disputarão a Copa do Mundo na Colômbia, também em setembro. Todos os três irão viajar com passagens cedidas pelo órgão estadual de esporte.

Além das passagens, Jaldo, Mardevacson e Paola recebem apoio do Estado por meio dos programas Bolsa Esporte (os três são contemplados nas categorias Internacional e Nacional (Mardevacson) e FazAtleta (Paola Reis).

Foto: Fudesb/Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.