Cidade da Música reforçará projeção de Salvador no Brasil e no mundo

A Cidade da Música da Bahia, no Comércio, chega para ampliar ainda mais o cardápio de atrações culturais de Salvador. O equipamento, instalado no Casarão de Azulejos Azuis, foi inaugurado pelo prefeito Bruno Reis nesta quinta-feira (22) e estará aberto para visitação a partir desta sexta (24), após agendamento no site www. cidadedamusicadabahia. com. br .

A solenidade de entrega do novo museu também contou com as presenças do ex-prefeito ACM Neto, do presidente da Câmara de Vereadores, Geraldo Júnior, do titular da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Fábio Mota, além de um dos curadores do acervo musical, Gringo Cardia, gestores municipais, imprensa e autoridades.

Bruno Reis destacou o quanto a música está intimamente ligada à história da capital baiana, desde os primórdios de sua fundação, em 1549, até os dias atuais, reforçando o potencial que o novo espaço dedicado a essa manifestação artística terá para projeção da cidade. “A inauguração hoje da Cidade da Música da Bahia demonstra, mais uma vez, o compromisso da Prefeitura com a história cultural de Salvador. Começamos o trabalho com a restauração do belo casarão dos azulejos, na Praça Cairu. O prédio, apesar de toda a beleza estética e do valor histórico, estava abandonado e condenado ao desabamento. Agora, completamente restaurado, o espaço passa a abrigar um centro cultural que, certamente, vai projetar ainda mais Salvador no Brasil e no mundo”, afirmou o gestor.

Ele lembrou que, pela primeira vez em seus 472 anos de história, a capital baiana ganha um equipamento à altura de suas tradições culturais. O museu foi concebido estrategicamente no bairro do Comércio, que também está passando por grandes transformações, assim como toda a cidade. “O espaço utiliza alta tecnologia para oferecer aos visitantes um verdadeiro mergulho no passado, presente e futuro da produção sonora da mais bela capital do Brasil. Além disso, também será um centro de produção de novas linguagens musicais, com aparelhamento técnico e estúdios para promover novos movimentos”, salientou o gestor.

Na ocasião, também foram diversas ações e obras em curso que serão entregues pela Prefeitura no Centro Antigo, dentro da estratégia de valorização e revitalização da região, a exemplos do Arquivo Municipal, do Polo de Economia Criativa, do Centro Gastronômico e Turístico nos Mercadões da Codeba, da recuperação do Monumento Mário Cravo, além de um memorial em homenagem a profissionais da saúde e as vítimas da Covid-19.

“Tudo isso é parte de um projeto ambicioso, que está fazendo justiça a uma das regiões mais bonitas da cidade, que abriga parte importante de nossa história”, completou o prefeito.

Concepção – O pontapé inicial para projeto de concepção da Cidade da Música da Bahia teve início no último mandato da gestão do ex-prefeito ACM Neto. Durante a solenidade, ele comemorou a entrega do mais novo equipamento cultural da cidade, num momento em que todo o país começa a caminhar para retomada das atividades econômicas, artísticas e culturais, após um ano e meio de pandemia do coronavírus.

“Desde março do ano passado, Salvador e o Brasil vivem momentos muitos difíceis, que exigiram superação e esforços para salvar as vidas das pessoas. Não havia espaço para nada diferente disso. Hoje, vivemos esse momento de renovação da nossa esperança. Depois de tanta luta, está sendo entregue um equipamento que será referência internacional”, disse o ex-prefeito.

“Aqui passarão milhares de brasileiros e turistas no mundo inteiro, que terão mais um grande motivo para visitar Salvador. Certamente, esse é o museu mais moderno e contemporâneo de toda a América Latina”, acrescentou.

Gringo Cardia ressaltou a felicidade em ver o museu aberto e agradeceu à Prefeitura pela idealização e realização da obra, além do convite para participar do processo. “Este museu conta o nascimento da música na Bahia e a importância dela para o Brasil e para o mundo. Aqui há muitas histórias e é um museu muito sofisticado, que traz o que há de mais moderno em tecnologia e que inclui todo mundo, trazendo o passado e mostrando uma cidade criativa, vibrante e que está fazendo música o tempo inteiro”, declarou o curador.

Foto: Betto Jr./Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *