Condutores de ambulância do SAMU discutem sanção de projeto com reconhecimento da categoria em Salvador

Proposta foi aprovada na Câmara e está no gabinete do prefeito, Bruno Reis (DEM)

Salvador pode reconhecer em breve a profissão de condutores de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o projeto de lei 313/2017 foi aprovado na Câmara Municipal e, aguarda sanção do prefeito Bruno Reis (DEM). Uma reunião nesta terça-feira (27) entre membros do Sindicato dos Condutores de Ambulância do Estado da Bahia (SINDCAEB) e o coordenador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Alex Mine tratou o pleito da categoria.

Mine ressalta a sensibilidade do titular da Saúde, Leo Prates com toda a os trabalhadores de urgência e afirma que unirá forças para levar o pleito ao gestor da cidade. “Outras cidades da Bahia já reconheceram a profissão e tenho certeza que Bruno Reis vai avaliar com responsabilidade viabilizarmos essa gratificação simbólica a todo serviço prestado pelos nossos condutores do Samu”, explica.

O Samu Salvador completou 16 anos de existência este mês. Os profissionais socorristas atendem em média 450 ocorrências por dia na capital baiana e também nas regiões de Itaparica, Vera Cruz, Lauro, Simões filho, Candeias, Madre de Deus, São Francisco do Conde, Santo Amaro e Saubara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *