Cooperativa de Manoel Vitorino melhora qualidade e preço de caprinos

Produtores da Cooperativa de Caprinos e Ovinos União Rio das Contas (Uniagro), de Manoel Vitorino, garantiram a oferta de animais de qualidade e a quantidade suficiente para ampliar as vendas. Com isso, 50 famílias agora contam com mais renda no bolso. 

A cooperativa tinha um rebanho de 1.800 matrizes, hoje, o número de animais já ultrapassa 3.400. O preço do animal, que era de R$14 o quilo da carcaça, agora chega a R$20,50. E a venda, que era feita para atravessadores, está sendo direcionada para o maior frigorífico baiano da agricultura familiar, a Organização de Cooperativas e Produtores de Caprinos e Ovinos da Bahia (FrigBahia). 

A mudança de vida desses produtores é resultado dos investimentos do Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva, que destinou R$602,9 mil para a cooperativa, em assessoria técnica, a contratação de um profissional especializado para orientar os produtores, 60 reprodutores registrados para o melhoramento genético do rebanho da região, e máquinas forrageiras para o manejo alimentar e nutricional.

Também foram entregues à Uniagro 250 mil raquetes de palma para a recomposição e melhoramento das áreas de produção, uma caminhonete e um caminhão boiadeiro para o transporte e abastecimento dos mercados regionais.

O produtor Boa Ventura de Oliveira, do município de Mirante, comemora o investimento do Bahia Produtiva: “Que esse apoio possa chegar a mais famílias. Nosso Semiárido tem capacidade de produzir e de agregar valores. O borrego, reprodutor que recebemos por meio do projeto, já está melhorando o desenvolvimento do meu rebanho. Somos capazes de crescer e produzir dentro da nossa terra”. 

Para o produtor José Santos, foi uma mudança decisiva para os beneficiários do projeto: “Recebemos apoio em todo o sistema da caprinocultura. Já plantei 5 mil raquetes na minha propriedade e estou com muito orgulho desse reprodutor de primeira linha que vai mudar todo o meu rebanho”. 

O Bahia Produtiva é um projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), cofinanciado pelo Banco Mundial, e já investiu R$58,1 milhões na ovinocaprinocultura, beneficiando diretamente 3.753 famílias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *