Credores aprovam Aditamento ao Plano de Recuperação Judicial da Oi

A Assembleia Geral de Credores (AGC) da Oi aprovou ontem, terça feira, dia 08 de setembro, a proposta de Aditamento ao Plano de Recuperação Judicial apresentada pela companhia. A proposta aprovada autoriza a venda de ativos por meio do modelo de UPIs (Unidades Produtivas Isoladas), maximizando o valor dos ativos cuja alienação já era possível no PRJ original, e dá maior flexibilidade financeira à Oi, garantindo sua preservação e sustentabilidade. Realizada em formato virtual, por meio de uma plataforma eletrônica acessada pelos credores, a AGC   teve mais de 5 mil credores representados, com os seguintes percentuais de aprovação por classe:

·         Classe 1 (Trabalhista): 99,86% dos credores

·         Classe 2 (Garantia Real):100% dos credores 100% dos créditos

·         Classe 3 (Quirografários): 96,84% dos credores e 68,15% dos créditos

·         Classe 4 (Microempresas): 99,20% dos credores

Para o presidente da Oi, Rodrigo Abreu, a aprovação permite que a companhia dê continuidade a seu plano estratégico, focado na expansão de fibra ótica para atendimento a diferentes perfis de clientes – residenciais, empresariais, corporativos, governo e atacado. “Demos um passo fundamental para a criação da maior empresa de infraestrutura de telecom do país, que vai promover a massificação da fibra ótica, possibilitando a expansão da banda larga de altíssima velocidade e também viabilizando a futura implementação da tecnologia 5G no país, como previsto no plano de transformação do negócio que estamos executando. Além de garantir a sustentabilidade da companhia a longo prazo, essa reestruturação vai gerar valor para acionistas, credores, clientes e para a sociedade de maneira geral”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *