Cruz das Almas: vereadores entram com queixa crime contra prefeito

Os vereadores Osvaldo da Paz (PT), Pedro Melo (PT), Pablo Rezende (PT) e Ricardo Pinheiro (PP), entraram com uma queixa-crime contra o prefeito de Cruz das Almas, no Recôncavo baiano, Ednaldo Ribeiro (Republicanos), após terem sido “ofendidos” durante um evento público. Ednaldo teria chamado os parlamentares de “mentirosos e ladrões. As informações são do jornal A Tarde.

Ednaldo realizava a reinauguração da Escola Profª Natália Rosa Pedra Velame, quando durante discurso, proferiu palavras “caluniosas”, difamatórias, o que se configura ainda, de acordo com a queixa-crime, como “injúria”.

No momento do evento, estavam os atuais secretários, servidores públicos, pais e alunos, entre outros participantes, que foi transmitido ainda em redes sociais. Nesta sexta-feira, 29, Cruz das Almas completa 125 anos de emancipação política.

Trecho do discurso do prefeito:

“Cruzalmenses que vocês são, nos ajude fortalecendo e botando o dedo na cara daqueles que não têm o amor por a nossa cidade, são mentirosos e não tenho medo de chegar em praças públicas e debater com ex prefeito, ex vice-prefeito, os vereadores que perseguem, os quatro vereadores que perseguem o Município de Cruz das Almas, agora eu vou dizer a vocês porquê? Por que a barriga tá doendo, a roubalheira era demais e esses quatro vereadores, esses quatro ex secretários roubavam o dinheiro de vocês e não trabalhavam pela minha terra”.

De acordo com a queixa crime, “a conduta tipifica e fere o sagrado direito da personalidade, a dignidade da pessoa humana e a honra, garantidos pela Constituição Federal e bens jurídicos tutelado pelo Código Penal Brasileiro”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.