Defensora dos Animais critica utilização da causa como manobra eleitoreira

Ao acompanhar a repercussão de notícias sobre controle de natalidade animal em Itabuna, a defensora Carol dos Animais parabenizou a iniciativa, mas cobrou medidas enérgicas e não apenas eleitoreiras para a causa animal. No final do último mês de abril, a Câmara de Vereadores aprovou requerimento para que o Centro de Controle de Zoonoses fornecesse informações sobre a castração/esterilização dos animais de rua da cidade. Os vereadores proponentes defendem ações permanentes para controle da natalidade animal em Itabuna. “Fico muito feliz em ver políticos se engajando em iniciativas de proteção animal, mas espero que não sejam apenas eleitoreiras ou marqueteiras. Este é um trabalho sério que necessita de engajamento, disponibilidade e altruísmo”, afirmou.

Carol dos Animais atua na causa há 15 anos, tendo atuado como Diretora Animal da Secretaria Municipal da Saúde de Salvador entre os anos de 2019 e 2020, quando participou ativamente da construção do edital do primeiro hospital público veterinário da capital baiana, contribuindo para tirar do papel um antigo sonho dos protetores e ONGs. No cargo também implementou o serviço do castramóvel, aumentando o quantitativo mensal do procedimento oferecido gratuitamente pela Prefeitura; bem como inovou com a implantação de novas vacinas e do projeto de resgate e acolhimento de animais de grande porte na cidade.

“Tenho percorrido inúmeras cidades baianas para ver de perto a realidade das políticas públicas voltadas para os animais. Quero sensibilizar cidadãos sobre direitos e defesas dos animais, sobre guarda responsável; bem como sensibilizar as gestões municipais para expandir projetos exitosos que colocamos em prática em Salvador”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.