Editora Inbraedh migra catálogo para plataforma digital e faz lançamento online

Por Alessandra Nascimento 
E-mail: anconsultoriaegestao@gmail.com

A editora Inbraedh, do Instituto Brasileiro de Educação e Desenvolvimento Humano, vai lançar virtualmente na próxima terça, dia 26, o livro “Poemas que edificam: a vida é bela”, da autora Monica Queiroz de Oliveira. O lançamento da publicação é um reposicionamento de mercado do grupo que, em tempos de pandemia está migrando para o mundo digital. O Inbraedh atua além da parte de publicações, no segmento de ensino superior – graduação e pós graduação à distância – mestrado e doutorado internacional. A publicação estará sendo comercializada no próprio site da editora: www.inbraedh.com.br

A CEO do grupo, Celia Melo, já tem na agenda o segundo lançamento virtual, para o dia 30 deste mês. Trata-se do “Anais do IV Seminário Internacional Educação Superior: Avanços ou retrocessos no panorama global?”, fruto dos resumos científicos dos pesquisadores brasileiros e paraguaios que estudaram na Universidad San Carlos, do Paraguai, pos-graduação stricto sensu em convênio com o Inbraedh.

Comércio estima perdas de R$ 120 bilhões por causa da pandemia

O comércio brasileiro estima perdas de R$ 120 bilhões causadas pelo fechamento dos estabelecimentos por conta das medidas de distanciamento social em virtude do covid-19. Outro problema envolve a confiança: mesmo numa possível reabertura de lojas, o setor prevê dificuldades na retomada em razão do medo do consumidor em frequentar espaços e aglomeração. As vendas numa retomada devem demorar também impactadas pelo grande número de demissões que acompanha a crise do coronavírus.

Trabalhadores poderão se inscrever no auxílio emergencial pelos Correios a partir de junho

Os Correios, a partir do mês de junho, serão outra opção para que trabalhadores informais possam fazer seu credenciamento no auxílio emergencial. Também podem se inscrever para receber o auxílio microempreendedores individuais, autônomos e desempregados. O benefício é de R$ 600, podendo subir para R$1.200,00 no caso de mães chefes de família. Até o dia 23, a Caixa Econômica Federal havia feito o pagamento de R$ 60 bilhões de auxílio emergencial, entre primeira e segunda parcelas. Cerca de 55,1 milhões de pessoas receberam a primeira parcela, e 30,4 milhões de pessoas receberam já a segunda.

Frigoríficos brasileiros têm funcionamento afetado pelo covid-19

Cerca de 21 frigoríficos tiveram casos confirmados de coronavírus no país segundo Ministério Publico do Trabalho. O surto trouxe restrições no funcionamento de pelo menos quatro unidades. Ao todo 60 frigoríficos espalhados em 11 estados encontram-se na mira do MPT que tem cobrado medidas de segurança para os trabalhadores. A situação envolvendo os frigoríficos chamou a atenção das autoridades brasileiras após confirmação que nos EUA estes estabelecimentos se tornaram foco da doença com a paralisação nas operações de 20 unidades naquele país, levando a queda na produção em 21% no mês de abril.

Cerca de 9,7 milhões de pessoas aguardam análise da Caixa para receber auxílio emergencial

Cerca de 9,7 milhões de pessoas – 4,9 milhões em primeira análise e 4,8 milhões em reanalise, aguardam posicionamento da Caixa para saber se terão direito ao Auxílio Emergencial. Todos fizeram seu cadastro pelo aplicativo e site. O auxílio de R$600, pago em três parcelas segundo calendário do próprio banco é um socorro aqueles que ficaram impedidos de se manter financeiramente em razão das medidas restritivas de distanciamento social impostas pelo covid-19. Ainda segundo a própria Caixa, foram processados 101,2 milhões de 106,1 milhões de cadastros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *