Feira Livre valoriza comerciantes e agricultura familiar de Lauro de Freitas; clientes agradecem

Os vendedores da Feira Livre, na Praça Martiniano Maia, no Centro de Lauro de Freitas, celebraram o Dia do Comerciante, nesta sexta-feira (16), com vendas, sorrisos e a satisfação em oferecer produtos de qualidade aos clientes. O comércio acontece no local todas as sextas-feiras, das 8h às 14h.

Feirante desde o início do projeto, há quatro anos, a pequena agricultora Constância Santos, 79, não desanimou mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia, que resultou na suspensão das atividades durante oito meses. “O movimento ainda está fraco, mas a gente segue fazendo nosso trabalho com amor e oferecendo produtos de qualidade para os nossos clientes. Tudo aqui é lá da roça, plantado e colhido por mim, é tudo orgânico”, explicou.

A qualidade dos alimentos é o principal fator para conquistar a clientela que não perde uma edição da Feira Livre. Diabética, a aposentada Vera Lúcia Santos, 64, não deixa de garantir os alimentos da semana no local. “Compro um pouco de tudo aqui. Só não compro mais quando falta dinheiro. A gente doente não pode comer qualquer coisa, tem que comer saudável e aqui a gente sabe de onde vem as coisas”, contou.

A feirante Zorildes Pereira, 67, ressaltou que os clientes sentem segurança em comprar no local. “Todo mundo gosta daqui. Eu mesmo tenho clientes de anos que fazem questão de comprar comigo”, destacou. Na banca dela é possível encontrar frutas e verduras variadas.

Atento às necessidades dos feirantes, o diretor do Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (Desan), Claudio de Lima, contou que a pasta está articulando ações para atrair mais clientes à Feira.

“Além de outros projetos que ainda estamos discutindo, estamos trabalhando para levar a Feira Livre para a Praça de Portão, na terceira sexta-feira do mês de agosto. Vamos analisar o resultado e ver se vale a pena manter como ponto fixo ao menos uma vez no mês”, contou. Segundo ele, a iniciativa beneficia os pequenos comerciantes e atende ao pedido da comunidade.

A Feira Livre conta com 15 comerciantes e tem como objetivo fortalecer a agricultura familiar do município. Todos os vendedores são vinculados à Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Semdesc) e ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *