Funcionário de farmácia é flagrado transportando 210 comprimidos de “rebite” para comercialização irregular

No final da tarde desta quarta-feira (24), às 17h00, policiais rodoviários federais realizavam fiscalização por ocasião da Operação Tamoio II, no Km 880, da BR 242, no município de Luís Eduardo Magalhães (BA), quando decidiram abordar o veículo Honda/Cg 150 Fan, com 02 ocupantes.

Durante a abordagem o condutor e o ‘carona’ apresentaram nervosismo e desconforto com a fiscalização. Os PRFs verificaram também que o passageiro trazia consigo uma bolsa feminina, o que elevou o grau de suspeição.

Os policiais decidiram fazer uma vistoria minuciosa e durante busca ao interior da bolsa, acabaram encontrando 210 comprimidos de anfetamina, substância conhecida popularmente de “rebite”.

Questionado, o passageiro de 22 anos, disse que transportava o produto a pedido de seu patrão. Disse ainda que trabalha em uma farmácia instalada nas dependências de um posto de combustível e os comprimidos seriam comercializados no estabelecimento comercial.

Diante dos fatos, os envolvidos foram detidos e encaminhados com o material apreendido à Delegacia de Polícia Civil (PC).

Perigo uso descontrolado de anfetaminas

Nobésio (rebite): Com objetivo de dirigir várias horas seguidas, sem descanso, para cumprir prazos predeterminados ou até faturar um extra no final de cada viagem, alguns motoristas de caminhão optam em utilizar o rebite. A substância, uma anfetamina, é um estimulante do sistema nervoso central e faz com que o cérebro trabalhe mais depressa e cause nas pessoas a impressão de diminuição da fadiga – já que conseguem executar uma atividade qualquer por mais tempo – de menos sono, perda de apetite e de aumento da capacidade física e mental.

Foto: PRF/BA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *