Hospital Aristides Maltês atravessa a pandemia em situação de tranquilidade

Apesar de toda crise que o sistema de saúde atravessa em função da pandemia, a situação do Hospital Aristides Maltez, único especializado em tratamento de câncer na Bahia, que atende 100% SUS pode ser considerada tranqüila. Esta conclusão ficou clara na reunião de apresentação do relatório anual que foi aprovado por unanimidade pelos conselheiros da Liga Bahiana Contra o Câncer.
A reunião foi comandada pelo médico Aristides Maltez Filho, atual presidente da LBCC, com a presença da vice-presidente Romilda Maltez e do ex-presidente César Borges, provando que o trabalho de continuidade é importante para o bom funcionamento da entidade. “O Hospital Aristides Maltez, apesar das incertezas por causa do estado pandêmico, está bem com base nas demonstrações contábeis” festejou o médico Humberto Luciano, Superintendente da Liga, que fez a apresentaç ;ão do relatório durante a reunião quando citou que Liga teve um déficit de apenas R$ 891.111.00 no ano.

Humberto disse que foram muitas dificuldades enfrentadas nesse período porque o HAM teve que suspender cirurgias, matrículas e estágios e, além disso, teve problemas para aquisição de medicamentos, EPI’s e insumos importados.  Mesmo assim, no ano passado foram realizadas 10.254 internações e 155.163 consultas e 4.492.178 procedimentos.
Os indicadores oncológicos mostram que o câncer de próstata lidera com 1.263 novos casos, seguido de câncer de mama com 1.229, colo uterino com 578.  Pela radioterapia passaram 6.953 pacientes, totalizando 480.927 aplicações.   Foram atendidos paciented de 377 dos 417 municípios baianos.
O médico Aristides Maltez finalizou falando de metas para o futuro com destaque para implantação de um prontuário eletrônico, instalação de uma UTI pediátrica, aquisição da segunda ressonância magnética, compra de um mamógrafo digital e incorporação do terreno ao lado do hospital desapropriado pelo Estado e a criação de um curso de oncologia para saúde básica.< /span>
“Continuamos nossa missão de atender o doente carente da Bahia e para fortalecer nosso trabalho contamos sempre com ajuda de toda comunidade que nunca deixou de nos apoiar”, disse Aristides Maltez Filho, destacando que a obra foi criada pelo professor Aristides Maltez justamente para atender o povo pobre baiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *