Livros de Dança são doados para instituições sociais e escolas públicas em Juazeiro-BA

A coleção de mini livros dançantes ‘Coreografias de Bolso’ do Coletivo Trippé estará disponível para acesso em bibliotecas públicas e comunitárias de Juazeiro-BA. Foram doados 420 exemplares, que também chegam nas escolas municipais e estaduais, além de instituições sociais do município. A distribuição foi realizada ontem (29) pela Pipa Produções.

Folheando as páginas dos minilivros é possível assistir trechos coreográficos dos espetáculos criados pelo Coletivo Trippé e seus 10 anos de história, é um formato de  “flipbook”, livrinhos que ao paginar revela um filme analógico. A caixa da coleção também conta com elementos utilizados em cena, como tecidos de figurinos, material de máscaras e cenários, assim o público se aproxima das obras.

Um dos contemplados foi o Instituto Dona Raimunda, que atende 100 crianças no bairro Palmares e vizinhança. A gerente da instituição social Euzirene Oliveira diz que o material será utilizado como instrumento de arte-educação. “A gente acha muito importante receber esse material cultural, até porque pode ser utilizado com as atividades pedagógicas das crianças, é um suporte para as atividades que desenvolvemos. Esses livros com certeza vão ajudar muito”, afirmou após receber dois kits da coleção.

| Diretora do Lar Feliz folheia um dos exemplares | Foto: Adriano Alves |

Ressu Barbosa, diretora da Fundação Lar Feliz que atende 526 crianças em Juazeiro, celebrou a iniciativa e disse que “é de extrema importância”. “A gente agradece a doação desses livros que contribuem para a aprendizagem dos nossos alunos, despertando a curiosidade deles. Essa nossa biblioteca tem ajudado muitas crianças na questão da leitura e da interpretação, certamente esse projeto vai enriquecer ainda mais o conhecimento de cada uma delas”, afirmou ao receber seis kits da coleção.

A Biblioteca Municipal Professor Aristóteles Pires de Carvalho e a biblioteca comunitária do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) receberam cada uma dois kits que ficam disponíveis para acesso da população. A rede municipal e a estadual receberam cada uma 22 kits, além das entregas de dois kits no IFBahia e na Uneb.

Para acompanhar as atividades do Coletivo Trippé, o público pode acessar seus perfis no Instagram (@trippecoletivo) e no Facebook (@coletivotrippe). O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

| Coleção está disponível nas bibliotecas públicas de Juazeiro-BA | Foto: Adriano Alves |

SINOPSE DA COLEÇÃO – Como registrar uma coreografia de forma impressa? Como ter um livro dançante? Como dar nossos movimentos ao público? Essas são questões que nos levaram à concepção desse projeto. O Coletivo Trippé celebra seus 10 anos no meio desse caos, na distância do público e se adaptando aos novos palcos. Agora, nos lançamos em um novo desafio, criamos esse dispositivo como um novo formato para continuar movendo ideias e sensações. Em uma década de trabalho contínuo no Sertão do São Francisco, criamos sete espetáculos e agora entregamos nessa caixinha um relicário dessas obras. São minilivros dançantes que você pode levar no bolso, assim nos aproximamos e seguimos viagem com você por longos caminhos.

10 ANOS TRIPPÉ – O Coletivo Trippé comemora em 2021 os seus 10 anos de trabalho contínuo com artes no Sertão do São Francisco, realizando diversas atividades que celebram esse marco histórico, como o lançamento dessa coleção, publicação inédita para a trajetória do grupo, e também produzindo outros materiais com memórias dessa década. No canal do Youtube, além de assistir a Live-debate, é possível assistir documentários, videodanças e escutar o podcast ‘Vozes Coletivas’, lançado em janeiro, que traz falas de vários integrantes sobre os processos criativos e bastidores do coletivo. Outras novidades serão divulgadas em breve nas redes sociais: Facebook.com/coletivotrippe e Instagram.com/trippecoletivo.

[T/F] Adriano Alves / Virabólica Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *