Morre no Rio o jornalista Heraldo Matos

Faleceu hoje no Rio de Janeiro o jornalista baiano Heraldo Matos, que dirigiu durante anos o hoje extinto Diário de Notícias. Competente, amigo, querido pelos colegas da imprensa baiana, Heraldo foi para o Rio de Janeiro, onde exerceu a chefia de Gabinete do presidente do Banco Nacional de Habilitação, pois era também formado em Economia.
É de autoria do seu irmão o jornalista, poeta e intelectual Florisvaldo Matos o texto abaixo, numa homenagem a que se juntam os amigos e a imprensa baiana.

REQUIESCAT IN PACEM

Depois de ontem, todo ele a receber fausta caudal de parabéns, pelo alegre transcurso de mais uma data de saudável aniversário, abro hoje o Facebook, abaladíssimo, em estado de luto, após receber ainda cedo a amarga notícia do falecimento, no Rio de Janeiro, de meu irmão caçula Heraldo Matos, jornalista e diplomado em Economia, que por muitos anos exerceu, em Salvador, várias funções no hoje extinto Diário de Notícias, culminando com a de secretário editor-chefe, até se transferir ao RJ, para exercer o cargo de Chefe de Gabinete do presidente do hoje também Banco Nacional de Habitação, transferindo-se para a Caixa Econômica Federal, após a extinção do BNH, onde se aposentou.
Em todos esses momentos, mostrou-se sempre de espírito aberto para a alegria, o sorriso, a cordialidade e a camaradagem, com colegas de jornalismo e outros de saudável convivência em funções outras. Era um exemplo de cidadão amoroso e afável.
Recordando os tempos de convivência familiar e, posteriormente, em Salvador, em tempos de sadio jornalismo, só posso dizer que em meu peito concentra-se uma saudade infinita, desejando, entre lágrimas, que doravante o querido mano conviva com as alegrias e o afeto que, nos espaços siderais, lhe devotem as estrelas mais brilhantes. RIP.
Apresento minhas sinceras e afetuosas condolências, de eterno cunhado, a sua querida mulher Carmen Castro de Matos, e a seus filhos, minha afilhada Mariana, a caçula, Alexandre, Júlia e Daniel.
Adeus, queridíssimo mano Heraldo.
Para mais uma vez recordar, como ilustração, posto, com saudades, foto do mano Heraldo com sua filha caçula Mariana, em seu apartamento no Rio de Janeiro (2015).

Florisvaldo Mattos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *