Prefeitura convida tradutores de Libras a serem voluntários em videoconferências

Para melhor esclarecer as dúvidas da comunidade surda durante o período da pandemia de coronavírus, a Prefeitura convida voluntários que desejem atuar como tradutores e intérpretes de Libras, através de videoconferências durante o atendimento prestado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O Projeto Saúde em Libras – Covid 19 é uma iniciativa da Unidade de Políticas Públicas para Pessoa com Deficiência (UPCD), vinculada à Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), e em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Comped). O período de inscrição segue até essa quarta-feira (15).

Os interessados devem se inscrever o formulário online https:// docs. google. com/ forms/d/e/ 1FAIpQLSf5iu4sNY73Fs6LuCF_yJztIU6NX5DVBBvrC8hWNpJR74dhJg/ viewform. No cadastro, é necessário informar dados pessoais, contato telefônico e os dias da semana e turnos que tem disponibilidade para a atuação voluntária.

A UPCD fará uma planilha com os nomes, telefones de contato, dias e horários de atuação de cada voluntário e encaminhará à SMS, que compartilhará nas suas unidades de atendimento que prestam serviços às pessoas com os sintomas do coronavírus. Caso haja demanda de comunicação com qualquer pessoa surda que se dirija aos postos, os voluntários serão acionados através de videoconferência, via WhatsApp.  A iniciativa visa diminuir as barreiras de comunicação entre o paciente surdo e o médico, caso ele não seja fluente em Libras.

De acordo com o diretor da UPCD, Wagner Andrade, é importante ressaltar que esta é uma ação temporária e será mantida enquanto perdurar o surto ocasionado por conta do coronavírus. “Pensamos em algo pontual e estratégico que pudéssemos adotar para melhor cuidar da comunidade surda durante esse período de pandemia”, frisa.

Outras ações – Andrade destaca ainda que o acesso da pessoa surda aos serviços públicos municipais sempre foi uma preocupação da atual gestão. Em 2019, a UPCD já capacitou 92 servidores públicos municipais. Em janeiro deste ano, foi iniciada a capacitação de mais cinco turmas com 142 servidores inscritos.

Além das formações em Libras, a Prefeitura também promoveu em março o lançamento do edital de chamamento público para a implementação da Primeira Central de Libras do Município. Contudo, tanto as aulas presenciais dos cursos, quanto o andamento do processo do chamamento público, precisaram ser suspensos temporariamente por conta da crise do coronavírus.

Foto: Bruno Concha/Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *