Prefeitura lança prêmios e subsídios para o setor cultural

O setor cultural foi um dos mais afetados pela pandemia do novo coronavírus. A paralisação das atividades artísticas e de entretenimento nos últimos meses consequentemente acarretou em prejuízos financeiros sem precedentes a profissionais e grupos ligados ao segmento. Como forma de minimizar esses impactos, a Prefeitura lançou chamadas públicas para a realização de prêmios e fará a abertura de cadastro para concessão de subsídios emergenciais. As iniciativas contarão com recurso da ordem de R$ 18,7 milhões, oriundos de repasses federais por meio da Lei Aldir Blanc.

As ações foram detalhadas pelo prefeito ACM Neto e pelo presidente da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Fernando Guerreiro, em coletiva no Teatro Gregório de Mattos, no Centro. Também estiveram presentes o titular da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Pablo Barrozo, e o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington.

“Desde o início da pandemia, a Prefeitura se preocupou com os principais setores econômicos atingidos pela Covid-19. Dentre todos os segmentos, talvez a área cultural tenha sido a mais afetada. Os impactos foram devastadores não apenas para artistas, a exemplo de músicos, pintores, escultores, dançarinos. Há profissionais que atuam nos bastidores, na montagem de palcos, cenografia, entre diversas categorias, e que também integram uma cadeia muito mais ampla e complexa que está diretamente ligada à cultura”, explicou ACM Neto.

O prefeito reforçou que o setor cultural é responsável por grande parte da economia e geração de emprego de Salvador. “Por isso, a Prefeitura colocou o segmento como uma das principais prioridades para receber apoio e incentivo direito”, disse.

Foto: Valter Pontes/Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *