Projeto de Rosemberg altera sanções no âmbito do TCM

O deputado Rosemberg Pinto (PT) apresentou projeto de lei, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), alterando as sanções impostas a prefeitos no âmbito de julgamentos pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). A proposta quer vedar a aplicação de multas ou responsabilização pessoal quando não comprovado o desvio de recursos em benefício próprio ou familiares; e quando não comprovado que o gestor agiu com dolo no ordenamento de despesas.

Na justificativa, o parlamentar explica que a intenção do PL é trazer segurança ao gestor público. “Aquele que se dispõe a servir ao povo não pode, a posteriori, passar anos de sua vida respondendo por atos dos quais não agiu com dolo e nem se beneficiou de qualquer ação em detrimento ao erário. Importa salientar que, uma vez não comprovada a existência de dolo, desvio de recursos público e não constatando a existência de danos ao erário, não há que se falar em punir o gestor público”, explicou o petista.

Para Rosemberg Pinto, é preciso assegurar que, somente aqueles que realmente cometeram ilícitos, que se beneficiaram ou beneficiaram terceiros, possam responder por tais atos, “sob pena de tornarmos o exercício da função de gestor público um ato inglório, para aqueles que não cometem nenhum ato doloso”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *