“Quero colocar minha força de trabalho à disposição de Salvador”, diz Bruno Reis

No debate promovido pela TV Band, candidato democrata destacou avanços na gestão de ACM Neto, apresentou pontos do plano de governo e destacou sua experiência adquirida ao longo de sua trajetória política

O candidato do Democratas a prefeito de Salvador, Bruno Reis, fechou sua participação no debate promovido pela Band Bahia, na noite desta quinta-feira (1°), afirmando que quer colocar sua força de trabalho à disposição da capital baiana para que a cidade continue avançando a partir de 2021. Durante o evento, o candidato democrata destacou a transformação vivenciada por Salvador durante a gestão de ACM Neto ao longo dos últimos oito anos, apresentou pontos do plano de governo e destacou sua experiência adquirida ao longo de sua trajetória política.

“Nos últimos 20 anos, eu tenho respirado essa cidade, transformando seus problemas em meus problemas. Conheço cada beco, cada viela, cada baixada, cada canto. Estou atualizado das suas necessidades. Adquiri experiência em todos os cargos que ocupei na minha vida pública e quero agora colocar à disposição da minha cidade a força de trabalho, uma marca da minha trajetória na vida pública, para fazer essa cidade melhorar ainda mais. Salvador não pode parar”, disse Bruno, em suas considerações finais.

Ao longo de todo o debate, Bruno adotou um tom propositivo e abordou diversos temas, a exemplo da educação, saúde, infraestrutura e iluminação, ressaltando as conquistas dos últimos anos, mas também apontando para o futuro e apresentando propostas concretas para que a capital baiana siga avançando e se desenvolvendo em todas as áreas, principalmente para aquelas que mais precisam. “Temos muito orgulho de dizer que investimos 80% dos recursos da prefeitura nas áreas mais pobres. Tenho orgulho de fazer parte dessa gestão, que vem transformando essa cidade em todas as áreas”, frisou.

Bruno afirmou que quer ser prefeito da capital baiana para dar continuidade às transformações vivenciadas na gestão de ACM Neto. “Vamos fazer Salvador avançar ainda mais. A Salvador do passado estava sempre nos últimos lugares, agora larga na frente em todas as posições. A cidade tem muitos problemas, muitas necessidades, mas não tinha como resolver todos os problemas acumulados de 470 anos. Vou melhorar e inovar em todas as áreas. Hoje podemos tirar do papel sonhos mais audaciosos, ambiciosos, para construir uma cidade mais justa e humana”, disse.

Na área da habitação, ele lembrou que a prefeitura já entregou mais de 15 mil unidades habitacionais. “Nós construímos empreendimentos com recursos próprios. Todos lembram da Cidade de Plástico, que se transformou na comunidade Guerreira Zeferina. Além da vila Barro Branco, o primeiro conjunto do país para vítimos da chuva. Vamos ainda iniciar a obra do Mané Dendê, maior programa de requalificação integrada do país”, disse.

Bruno ainda destacou que o programa Morar Melhor será potencializado em sua gestão. “Já foram mais de 30 mil casas reformadas, chegaremos a 40 mil até o final do ano e, nos próximos anos, vamos reformar mais de 50 mil casas”, pontuou.

Propostas
No debate, ele destacou uma série de avanços ocorridos na capital, ressaltando a implantação da iluminação em led, especialmente nas regiões mais pobres da cidade, e o programa Ouvindo Nosso Bairro, em que as pessoas definem quais são as obras que devem ser feitas na localidade em que moram.

Bruno disse que afirmou que irá construir um Centro de Reabilitação em Cajazeiras para atender às pessoas com deficiência da região, uma das mais populosas da cidade. A unidade, segundo o postulante, será batizada com o nome de Maria Luiza Câmera, que faleceu recentemente e foi um dos principais nomes da luta pelos direitos das pessoas com deficiência.

“As pessoas com deficiência que moram em Cajazeiras e região não vão mais precisar se deslocar para o centro da cidade”, afirmou o candidato. Além desta proposta, Bruno ainda apresentou outras que constam em seu plano de governo, como algumas para a área da inovação, a exemplo da Escola Digital, o Centro de Inteligência Municipal e o Centro de Inovação do Subúrbio. “Com o centro de inteligência, vamos trazer soluções para aprimorar e fazer uma gestão ainda mais eficiente”.

Entre os avanços, Bruno citou a construção e reforma de 244 escolas municipais, a distribuição de 3 mil chips para alunos da rede para que tivessem acesso às aulas virtuais durante a pandemia, além de obras, como a recuperação de diversos trechos da orla, de mais de 40 áreas do Centro Histórico, o Caminho da Fé e o novo Centro de Convenções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *