Roma diz que Bahia se tornou vergonha nacional por acionar STF para não baixar ICMS de combustíveis

“Imagine a vergonha que a Bahia está passando perante todo o Brasil?” A indagação é do pré-candidato a governador, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), que enfatizou a sua indignação com o fato de o governador Rui Costa (PT) ser um dos 12 no país que moveu ação no Supremo Tribunal Federal contra lei que limitou em 17% a alíquota do ICMS sobre os combustíveis. “Pense em um absurdo, na Bahia há um precedente”, comentou Roma, citando Otávio Mangabeira.

“Está na hora de o governador Rui Costa se sensibilizar e também baixar os impostos”, disse João Roma, em entrevista à Rádio Proeves, de Itabuna, nesta terça-feira (5). O pré-candidato a governador também comentou o assunto durante entrevista à Rádio Santa Cruz, de Cruz das Almas, e salientou que “é uma grande covardia do governo não diminuir esses impostos. A Bahia é o estado brasileiro que tem o combustível mais caro do Brasil”.

Roma contou que, na semana passada, o valor do litro da gasolina já havia baixado R$ 0,70 nos postos de Distrito Federal e que, nesta terça-feira, ele já constatou redução de R$ 2 após a aplicação da lei que reduz o ICMS dos combustíveis que foi aprovada pelo Congresso Nacional, com o apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL). O pré-candidato a governador do PL disse que Rui Costa não pode viver em uma realidade paralela no Palácio de Ondina enquanto o baiano sofre.

“A vida real está muito difícil para os baianos, e a Bahia está dando anti-exemplo, querendo dificultar e desmanchar com os pés o que Bolsonaro está construindo com as mãos”, disse Roma, que também reiterou que o governo federal anunciou compensar o que os estados que cumprirem a lei perderem com a diminuição do ICMS sobre os combustíveis.

O pré-candidato a governador apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro disse ainda que não é verdadeira a informação de que os combustíveis na Bahia são mais caros devido à privatização da Refinaria Landulpho Alves. “Existem outras refinarias privatizadas no Brasil, mas a Bahia é a que tem os preços mais altos. O governador não chama a responsabilidade para si e transfere a culpa para os outros. O que é claro é que a Bahia está remando para os lados”, constatou Roma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.