Secretaria da Saúde do Estado lamenta a morte do ex-secretário José Alberto Hermógenes

A Secretaria da Saúde do Estado lamenta profundamente o falecimento, no último domingo (22), do ex-secretário da Saúde do Estado, José Alberto Hermógenes, ao tempo em que se solidariza com familiares e amigos.

José Alberto Hermógenes foi um dos principais articuladores da Reforma Sanitária, que resultou no Sistema Único de Saúde – SUS. Querido e prestigiado até mesmo por aqueles que lhe fizeram oposição, Hermógenes foi um guerreiro que “lutou sempre a boa luta” em todas as frentes em que atuou, pois sua luta foi contra toda forma de opressão, seja como membro da Juventude Universitária Católica (JUC), da Ação Popular – AP, do Partido Comunista do Brasil – PCdoB, como Presidente do Sindicato dos Médicos ou do Conselho Regional de Medicina da Bahia (CREMEB).

Hermógenes foi secretário da Saúde da Bahia na gestão de Roberto Santos e Coordenador da Comissão Nacional da Reforma Sanitária, constituída por recomendação da 8ª Conferência Nacional de Saúde para elaborar o texto que serviu de base para o capítulo da Saúde da Constituição Federal de 1988, base do Sistema Único de Saúde – SUS. Como secretário executivo do MS na gestão de Jamil Haddad, fez publicar a famosa Norma Operacional Básica (NOB) 01 de 1993, cuja epígrafe traduz o desafio da implantação do SUS no governo Itamar Franco: “A ousadia de cumprir a fazer cumprir a lei”.

Foi também presidente da Fundação SESP e da Bahiafarma, Secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde e Gerente de Saúde da CASSI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *