Liberdade abraça combate ao trabalho infantil e exploração sexual do Bloco Fique de Olho

Um dos bairros mais populares de Salvador, a Liberdade recebeu nesta terça-feira (18) o Bloco Fique de Olho, ação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) que leva informação para o combate ao trabalho infantil e a exploração sexual de crianças e adolescentes. Materiais informativos como ventarolas, adesivos e folders foram distribuídos para a população com o objetivo de combater violências contra o público infanto-juvenil na Bahia. Depois da concentração no Centro Social Urbano do bairro, o desfile saiu pelas ruas da Liberdade chamando atenção da população local.

Presente na ação, a professora Cristiane Capinam, moradora do Pero Vaz, falou sobre a necessidade de ação como a da SJDHDS. “Acho fundamental essa ação porque nós precisamos levar informação às pessoas. Ainda temos registro de violação contra as nossas crianças e isso precisa acabar”, comentou durante o desfile.

A ação na Liberdade contou com a participação da Fanfarra do Colégio Estadual Duque de Caxias (FANDUQUE), da Camerata de Cordas da Orquestra Pedagógica Experimental do NEOJIBA e do grupo de capoeira Mestre Paulo dos Anjos.

“Chegamos ao penúltimo dia de mobilização do Bloco Fique de Olho no pré-carnaval, conversando com a população para alertarmos sobre a importância do combate ao trabalho infantil e a exploração sexual. Conversem com seus vizinhos, amigos, familiares para reforçar que lugar de criança não é trabalhando. É no lazer, na escola, no Neojiba, como esses talentos que acabamos de assistir”, afirmou o secretário da SJDHDS, Carlos Martins, que também participou do bloco na Liberdade.

O Bloco Fique de Olho, que passou por Itapuã, Plataforma, Beiru Fazenda Coutos, Nordeste de Amaralina, Cajazeiras, Liberdade, faz sua última parada nesta quarta-feira (19), no Pelourinho.
Foto: Ascom/SJDHDS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *