Sociedade de Pneumologia da Bahia conhece projeto de reforma e ampliação do Hospital Octávio Mangabeira

Apresentar o projeto estrutural de reforma e ampliação do Hospital Especializado Octávio Mangabeira (HEOM), assim como o perfil assistencial e as principais melhorias a serem implementadas na unidade. Com esse objetivo, o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas reuniu-se, hoje (3), com membros da diretoria da Sociedade de Pneumologia da Bahia e representantes do Hospital, momento em que discorreu sobre o histórico percorrido para chegar ao projeto apresentado e recebeu sugestões e ideias que serão discutidas e avaliadas para serem colocadas em prática.

“Estamos aqui para prover tecnologia de alta qualidade para atender às necessidades dos pneumologistas e demais especialistas que atuam no HEOM, preservando a história do hospital, que vai se tornar o maior e mais moderno equipamento dedicado a doenças do aparelho respiratório de toda a América Latina”, afirma Vilas-Boas. Ele complementou que a unidade se tornará ainda referência em ensino e pesquisa na área.

Prestes a completar 80 anos de existência, após a ampliação, a unidade contará com 168 leitos climatizados, entre eles 20 leitos de UTI adulto pulmonar, nove leitos de UTI em isolamento para vírus respiratórios e 10 leitos de UTI para pneumologia pediátrica. Para reduzir o risco de contaminação pelo ar, a unidade contará com uma central de ar-condicionado com filtragem HEPA, para renovação constante do ar interno, tornando o ambiente mais seguro.

Entre as novidades está também um novo Centro Cirúrgico, com capacidade para transplante pulmonar e referência para cirurgia de cabeça e pescoço. A Cirurgia Oncológica, também habilitada para realização na unidade, estará integrada à Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) do Hospital Geral Roberto Santos e do Centro de Oncologia da Bahia (Cican). Serviços como diagnóstico por imagem, análises clínicas, anatomia patológica, incluindo biópsia por congelação, e ambulatórios serão mantidos e/ou ampliados.

“Modernizar o hospital preservando a sua história é uma ideia maravilhosa e oportuna”, comentou Jorge Pereira, presidente da Sociedade de Pneumologia da Bahia. “Essa integração entre a secretaria e a Sociedade de Pneumologia é fundamental. Como especialistas, estamos disponíveis para colaborar no projeto, pontuando melhorias. Temos certeza do engrandecimento que esta reforma trará para a pneumologia da Bahia e para o fortalecimento da saúde pública do nosso estado”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.