Suíca reforça pedido de inclusão dos Guias e Monitores de Turismo no auxílio emergencial de Salvador

A inclusão dos Guias e Monitores de Turismo no auxílio emergencial de Salvador foi mais uma vez reforçada pelo vereador Luiz Carlos Suíca (PT). Nesta terça-feira (16), o vice-presidente da Comissão de Cultura da Câmara voltou a cobrar a medida durante audiência com a bancada via internet. Suíca defende que a prefeitura municipal precisa “urgentemente solucionar essa questão”. Ele diz que os impactos da pandemia da covid-19 acometeram fortemente a cultura e o turismo na capital baiana.

“Nosso mandato encaminhou uma indicação ao gestor para a inclusão desses guias e monitores no programa ‘Auxílio Salvador por Todos’, para que possam receber a quantia de R$270, até que retornem para suas atividades laborais”, justifica o edil petista. Suíca aponta que a crise sanitária vem causando prejuízos à humanidade, e que em Salvador, a maioria dos profissionais de turismo encontra-se em vulnerabilidade econômica.

“Sem esse benefício, os profissionais de turismo não estão podendo sustentar suas famílias. São mais de 100 profissionais entre associados e não associados”, aponta Suíca. O vereador convidou para a reunião da comissão a presidente do sindicato dos guias, Rose Kalile, como porta-voz da categoria. Ela expôs as dificuldades que vêm enfrentando esses profissionais, que preservam a história, a memória, os atrativos culturais e naturais da cidade.

“São trabalhadores que investem na profissão. Eles participaram de formações durante um longo período e fizeram consideráveis investimentos, incluindo o domínio de idiomas. E, em sua maioria, guias e monitores de turismo são trabalhadores autônomos e sua renda corresponde à quantidade de serviços prestados, predominantemente para as Agências de Turismo. Dessa forma, se não há turistas não há turismo, logo, não há renda”, completa Suíca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *