UPB apoia medida para equalizar percentual de população vacinada entre os municípios baianos

Bahia muda critério da distribuição de vacinas até igualar cobertura estadua

O presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Zé Cocá, classificou como “necessária” a resolução publicada no Diário Oficial do Estado, nesta quinta-feira (1º), que altera a distribuição de doses da vacina do coronavírus enviada aos municípios até que a cobertura da população vacinada em todo o estado se iguale. O gestor, que é prefeito de Jequié no Sudoeste baiano, afirma que a medida é justa e ajudará a diminuir a circulação do vírus em municípios que ainda sofrem com a alta de casos.

“A UPB tem buscado o diálogo com a SESAB, enviamos ofício ao secretário Fábio Vilas-Boas, que coordena a CIB, para que a medida fosse tomada, porque alguns critérios estabelecidos pelo plano nacional de vacinação, como a vacinação dos quilombolas e por comorbidade, que também considero justo, causou um desequilíbrio grande quando olhamos o percentual de vacinação por município. A população tem cobrado dos prefeitos e acredito que vamos avançar muito mais agora no combate ao vírus”, explica Zé Cocá.

De acordo com a resolução de novos critérios definidos pela Comissão Bipartite Intergestores (CIB), os municípios que já alcançaram 55% da população acima de 18 anos vacinada receberão metade das doses que forem calculadas. Os que vacinaram mais de 70% receberão um terço das doses. Já os municípios com cobertura maior do que 90% do público alvo vacinado não receberão vacinas até que a média da cobertura estadual seja igualada.

A CIB também decidiu aprovar a destinação de 10% das primeiras doses para vacinação dos grupos prioritários estabelecidos pelo Plano Nacional de Operacionalização (PNO) e os outros 90% para dar continuidade à vacinação por faixa de idade. Segundo o vacinômetro do Governo do Estado da Bahia, o número de baianos que já tomaram a primeira dose da vacina do coronavírus passa de 4,8 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *