Vereadora denuncia agressão após tentativa de fiscalizar escola em Camaçari

A vereadora Professora Angélica (PP) esteve, na quarta-feira (4/8), na 18ª Delegacia Territorial (DT-Camaçari) para denunciar uma agressão. A parlamentar informou que foi mais uma vez tratada com hostilidade durante a tentativa de fiscalizar uma unidade pública de ensino do município, sendo que desta vez chegou a ter o pulso machucado por um servidor que tentou impedi-la de entrar na Escola Municipal Edivaldo Boaventura.

O boletim de ocorrência foi registrado, no qual a vereadora relata o ocorrido à Polícia Civil e pede que a situação seja apurada. Na porta da delegacia, Angélica gravou um vídeo e postou em suas redes sociais. “Junto com o vereador Tagner, fomos fazer a fiscalização na Escola Boaventura. Ao chegar, nos identificamos, mas infelizmente o porteiro disse que eu não tinha direito de fiscalizar, só com a ordem da Secretaria de Educação ou do nosso prefeito. Acabou nisso aqui”, declarou, mostrando o punho enfaixado.

A Casa Legislativa reitera que os vereadores possuem a prerrogativa de proceder com a fiscalização de equipamentos públicos, não cabendo interpelações injustificadas, como as denunciadas recentemente.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *