Zó quer inclusão dos comerciários no grupo prioritário de vacinação

O deputado Zó (PC do B) recomendou ao governador Rui Costa, por intermédio da Assembleia Legislativa, que analise a possibilidade de incluir, como grupo prioritário para vacinação contra a Covid-19, os trabalhadores e trabalhadoras que laboram diariamente nas empresas do comércio em todo território baiano.

Segundo o parlamentar, a indicação tem como intuito garantir o direito à vacinação a esses profissionais, garantindo as lojas abertas para servir à população, que compra o essencial à sua sobrevivência junto ao setor.

“Os comerciários, especialmente dos supermercados, não deixaram de trabalhar nenhum dia sequer para atender a milhões de baianos. Os decretos estaduais e municipais sempre definiram a abertura do comércio conforme a evolução da pandemia”, afirmou.

Zó destacou que nas lojas abertas quem trabalha está exposto à possibilidade de contágio. Além disso, os sindicatos têm atuado solicitando medidas protetivas nas empresas, tais quais o uso de máscaras, acrílico nos caixas, álcool em gel e outras ações. Conforme pontua o deputado, isso tem protegido clientes e trabalhadores, impedindo que eles possam contrair e transmitir a doença.

“Com o início da vacinação, agora é importante considerar a categoria como grupo prioritário para as próximas doses. Afinal, o setor segue com bom fluxo de pessoas nas lojas, e os funcionários seguem atendendo, de perto, muitos clientes. Além de se exporem no deslocamento casa-trabalho-casa, manusear dinheiro e cartões, e lidar com várias mercadorias”, disse. Segundo as entidades representativas dos trabalhadores na Bahia, a categoria tem passado por momentos de forte apreensão no atendimento à população, por conta da preocupação em preservar sua saúde e dos familiares. “Comerciários vacinados representam uma garantia do comércio aberto com mais segurança, para quem trabalha e para quem compra”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.