Paulo Câmara defende que caso dos respiradores do Nordeste seja investigado pela CPI da Covid

O deputado estadual Paulo Câmara (PSDB) defendeu nesta segunda-feira (19) que o caso da compra malsucedida de respiradores pelo governo da Bahia seja investigado pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, criada pelo Senado Federal. A negociação, que resultou em prejuízo milionário para os cofres do estado, completou um ano recentemente sem que os respiradores tivessem sido entregues nem o dinheiro devolvido.

A CPI deve ouvir governadores e prefeitos durante a investigação. “Esse caso dos respiradores é um verdadeiro absurdo que precisa de respostas, porque não dá para aceitar um prejuízo gigantesco desses sem que ninguém seja punido. Esta CPI pode ser uma grande oportunidade para esclarecer o caso, uma vez que o governo da Bahia parece não estar muito interessado em fornecer respostas”, criticou.

Como se trata de uma investigação do Senado, a CPI vai apurar somente casos em que recursos federais estiverem envolvidos. “É preciso investigar a origem desses valores milionários que foram utilizados pelo governo da Bahia, uma vez que a União encaminhou a estados e municípios recursos para serem utilizados no combate à pandemia. Neste caso, infelizmente, houve mau uso dos recursos”, lamentou.

O caso já passou por auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que identificou “indícios de irregularidades nas aquisições realizadas para suprir as necessidades de respiradores/ ventiladores pulmonares”. As estimativas apontam prejuízo de R$ 100 milhões aos cofres públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *