Assembleia segue em lockdown até o dia 22 e vota empréstimo de R$1,5 bilhão nesta segunda, 14

Depois de consultar lideranças partidárias, o presidente Adolfo Menezes, decidiu manter a Assembleia Legislativa da Bahia fechada por mais uma semana. A determinação está em consonância com decisões do governador Rui Costa para a Região Metropolitana de Salvador, também adotada pelo prefeito da capital, Bruno Reis, diante da persistência dos elevados índices de infecção, ocupação de leitos de UTI e clínicos, e dos óbitos ocasionados pelo coronavírus.
Portanto, a ALBA estará fechada ao público externo e com restrição de acesso até o próximo dia 22 de março. Apenas funcionários envolvidos em atividades inadiáveis – impraticáveis no regime de home office – poderão ingressar no Legislativo que permanecerá com a portaria desativada. Para o presidente do Legislativo, infelizmente, as medidas são coerentes com o que a ciência recomenda para esse momento tão grave da vida nacional – quando os sistemas público e privado de saúde ameaçam entrar em colapso com o recrudescimento da pandemia.
O deputado Adolfo Menezes reconhece a inquietação que o lockdown acarreta, mas frisa a resiliência das taxas de infecção e mortes por conta da Covid-19, “especialmente a de ocupação de leitos clínicos e de UTI, apesar do esforço do governo do estado e prefeituras da RMS que tem disponibilizado novas vagas, mas ainda assim as redes pública e privada continuam perto do colapso”. Ele acredita que com esta semana adicional de restrição, aliada à colaboração de todos, a corrente de contágios será quebrada e passará a ser descendente – permitindo a flexibilização e a reabertura do comércio dentro de protocolos rígidos.
SESSÃO VIRTUAL
A continuidade do lockdown não travará, como não tem travado, o funcionamento virtual do plenário, que na última semana aprovou o projeto autorizando a Embasa a contratar empréstimo de R$500 milhões junto ao Banco do Brasil para ações de saneamento básico na Bahia. Amanhã, 22.03, está convocada sessão ordinária para apreciação de um pedido de empréstimo feito pelo governador Rui Costa da ordem de R$1,5 bilhão. A votação remota começa às 15h.

Foto: Agência ALBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *