Conselho Estadual da Saúde cobra aumento da frota de ônibus e medidas que foram acordadas entre o Ministério Público e a Semob

O Conselho Estadual da Saúde (CES), esteve presente na tarde da terça-feira (12), no Ministério Público do Estado da Bahia, em uma reunião com a promotora Rita Tourinho, para reforçar a necessidade monitoramento do cumprimento do aumento da frota de ônibus e das medidas sanitárias que foram acordadas em janeiro deste ano com a Secretaria Municipal De Mobilidade (Semob).

Dentre as principais medidas estão a retomada integral da circulação de 100% da frota de ônibus efetiva do sistema de transporte coletivo municipal, que de acordo com dados da Semob equivale a uma frota total de cerca de 1.800 ônibus; e a inclusão de horários extras de circulação dos transportes coletivos. Essa ampliação se faz necessária para evitar aglomerações em horários de pico de passageiros.

Além da limpeza e higienização dos ônibus e estações; orientação do uso das máscaras, a fim de reduzir a carga viral, inclusive para as pessoas que apresentarem sintomas semelhantes aos de gripe; divulgação de informativos nos ônibus sobre como reduzir os riscos de infecção e alertar para a importância dessas medidas de proteção, bem como da vacinação.

Durante a reunião o presidente CES, Marcos Sampaio, reforçou a necessidade de cobrança e cumprimento dessas medidas, que foram firmadas entre os dois órgãos. “O sentimento que nós temos ao andar nas estações e nos ônibus é de que essas medidas não estão sendo executadas. O cumprimento desses normas são essenciais e complementam as demais orientações de prevenção e controle do coronavírus”, afirma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.