Governador e Secretário de Saúde de Rondônia vêm à Bahia conhecer o modelo de PPP aplicado à saúde

Estado pioneiro na implantação do modelo de parceria público-privada (PPP) na área da saúde no Brasil, a Bahia possui exemplos reais dos benefícios proporcionados por esta iniciativa na prestação de serviços à população. Para conhecer de perto a experiência baiana em PPPs, o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, e o secretário de Saúde daquele Estado, Fernando Máximo, visitaram o Hospital do Subúrbio (HS), na manhã desta terça-feira (08), acompanhados do secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, e da equipe gestora do HS.
Durante a visita, a diretora de Gestão de Unidades Consorciadas e Parceria Público Privada (DGECOP), Priscilla Magalhães, apresentou as três PPPs em operação na Bahia: o Hospital do Subúrbio, Diagnóstico por Imagem (com 11 unidades de bioimagem em hospitais estaduais e uma Central de Laudos) e o Instituto Couto Maia. Priscilla também falou sobre aspectos contratuais das PPPs e a aplicação de metas qualitativas e quantitativas para cumprimento pelo gestor privado.
Segundo o governador Marcos Rocha, o objetivo foi conhecer a implantação das PPPs e os aspectos que as envolvem, tendo em vista o aperfeiçoamento do setor da saúde no estado de Rondônia. “O que vemos na Bahia é interessante. Conseguimos perceber a diferença quando temos a iniciativa privada trabalhando a serviço do público. A intenção é retornarmos à Bahia, trazendo órgãos de controle, Tribunal de Contas, Procuradoria e demais servidores públicos para apresentar as vantagens da parceria público-privada”, afirmou.
O secretário de Saúde de Rondônia, Fernando Máximo, explica que o estado receberá em breve um hospital de Emergência e Urgência com 400 leitos e, por isso, é importante conhecer o que deu certo e as dificuldades enfrentadas na implantação das PPPs. “O Hospital do Subúrbio é um case de sucesso que mostra como tratar bem os pacientes e otimizar recursos. Estamos buscando formas de gerir o novo hospital, para atender com dignidade a população”, ressaltou.
Em funcionamento há pouco mais de 10 anos, o Hospital do Subúrbio foi a primeira PPP da saúde no Brasil. “A Bahia é pioneira no país em PPPs na área de saúde. Temos dez anos de experiência, três unidades instaladas e na próxima semana teremos mais uma unidade sendo licitada na Bolsa de Valores. Ao final do ano teremos mais cinco (licitadas). Dou o meu testemunho de que esta é a melhor modelagem para oferecer serviços assistenciais de saúde, não só no Brasil mas no mundo inteiro”, disse o secretário Fábio Vilas-Boas.

Para Jorge Oliveira, presidente da Prodal Saúde – parceiro privado responsável pela gestão do HS, mostrar o modelo exitoso do HS para outro Estado da Federação é motivo de satisfação, principalmente quando se buscam soluções para problemas da área de saúde difíceis de resolver. “Ficamos felizes e orgulhosos pelo fato de o Poder Concedente falar do HS como exemplo a ser seguido”, pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *