Saúde sem Fronteira vai realizar 2500 mamografias em Irecê

Em toda Região, aproximadamente 30 mil mulheres serão atendidas no maior programa de rastreamento já realizado no território.

Entre os dias 14 de junho e 03 de julho, graças à parceria entre Governo do Estado e Prefeitura Municipal, 2500 mulheres de Irecê farão mamografias no conforto e segurança da carreta do projeto Saúde sem Fronteiras. Idealizado pela SESAB e pela Clínica Delfin, o projeto tem a nobre missão de contribuir (de forma complementar) com a rede de atenção à saúde no diagnóstico precoce do câncer de mama. A partir desta segunda, o consultório móvel vai ficar estacionado na área externa do Projeto Rondon, na Av. Coronel Terêncio Dourado, Centro.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Tarcila Miranda, Irecê tem o orgulho de ser a primeira cidade a receber o Saúde sem Fronteiras, que é dividido em três etapas: a primeira é a realização da mamografia, a segunda será a realização de ultrassonografia e punção para exames com alterações, a terceira fase é do tratamento (cirurgia, quimioterapia e radioterapia). Em 2020, mais de 18 mil mulheres morreram em decorrência do câncer de mama em todo o Brasil. Por isso, previna-se! O diagnóstico precoce é a melhor forma de garantir o tratamento adequado!

Em respeito aos critérios do programa, para realizar o exame inicial as mulheres devem ter entre 40 a 69 anos, não ter realizado mamografia recente (menos de 01 ano) e nem cirurgias de mama. O agendamento foi feito de forma prévia pelas equipes das unidades de Saúde do município. Nos três primeiros dias serão atendidas as moradoras da zona rural, que terão transporte dos povoados e distritos, seguindo a política de inclusão social e descentralização dos serviços de Saúde do Governo Elmo Vaz.

“A prevenção do câncer de mama é uma das prioridades do Governador Rui Costa, que perdeu a mãe vítima da doença”, destacou o prefeito. Na condição de presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde, Elmo também destacou que “na continuidade do projeto aproximadamente 30 mil mulheres de toda região de Irecê serão contempladas, no maior programa de rastreamento já realizado no território”.

Em virtude da pandemia, o protocolo estabelece a obrigatoriedade do uso de máscara, álcool em gel e distanciamento na sala de espera. Além disso, para ampliar a segurança da comunidade, é necessário verificar temperatura na recepção e responder inquérito sobre sintomas respiratórios. Evite aglomerações! Proteja-se! Use máscara! Fique em casa, pelo amor de Deus!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *