Ações inclusivas protegem pessoas com deficiência durante pandemia

Desde o início da pandemia de Covid-19, a Prefeitura, através da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), adotou um conjunto de medidas para proteger as pessoas com deficiência, sobretudo, as que estão em situação de vulnerabilidade social em Salvador. Conforme o último censo realizado pelo IBGE, Salvador tem cerca de 700 mil pessoas com algum tipo de necessidade especial, o que corresponde a 26% da população. As ações são coordenadas pela Unidade de Políticas Públicas para Pessoa com Deficiência (UPCD).

Já foram distribuídas, por exemplo, 13.557 cestas básicas a crianças com microcefalia e alunos da rede municipal com algum tipo de deficiência. Além disso, foram entregues 7.393 materiais de limpeza, 43.696 fraldas descartáveis e 16.580 kits de higiene. Foram beneficiadas, até o momento, 53 entidades da sociedade civil, bem como as famílias de crianças com microcefalia referenciadas pelo Centro Dia. Parte desse material é oriundo da Plataforma Doa+Salvador, criado pela Sempre para receber doações, visando diminuir os impactos causados pelo coronavírus.

Nos pontos de distribuição de refeições instalados pela Prefeitura, são entregues lanches e almoços diariamente nos Barris, Barroquinha, Itapuã e Restaurantes Populares de São Tomé de Paripe e de Pau da Lima. De acordo com levantamento realizado pela Sempre, 30% do público atendido são pessoas com deficiência e idosos.

Foto: Vitor Santos/Sempre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *