Adolfo Menezes, ao lado de Rui Costa, alerta para o mais grave momento da pandemia da Covid-19

Presidente da ALBA participou da solenidade de entrega de ambulâncias e assinatura de convênios com municípios

“O governador Rui Costa ia tirar férias com a família. Desistiu. Cancelou passagens, hotéis e passeios porque viu que a pandemia se agravou – e muito. Porque tem a sensibilidade de um grande homem público, que se pauta na ciência, lê e interpreta bem as estatísticas, mostrando que estamos vivendo o pior momento da pandemia. E o quadro vai se agravar, de forma aguda, nas próximas duas semanas. E não fosse a vacina, mesmo atrasada, de forma deliberada, pelo presidente ‘negacionista’, estaríamos vivendo uma mortandade sem precedentes no país e, especialmente, na Bahia, com essa variante ômicron”, disse o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Adolfo Menezes, ao cumprir agenda hoje (27.01) com o governador Rui Costa.

O presidente da ALBA participou da entrega de 15 ambulâncias e assinatura de 50 convênios para obras de pavimentação asfáltica e outras intervenções urbanas em diversos municípios baianos. O ato foi a céu aberto, no estacionamento da Governadoria, no CAB.

Ao lado dos senadores Otto Alencar, Jaques Wagner, deputados federais e estaduais, prefeitos e secretários de Estado, Adolfo exaltou a capacidade administrativa de Rui Costa. “Estamos vivendo o pior momento da pandemia da Covid, com UTIs e hospitais no limite. Mesmo com o juízo ‘pegando fogo’, o governador não para, entregando equipamentos e obras para a população. Nunca na história da Bahia – e em meio à pior crise sanitária da humanidade – tivemos um governador tão operoso, trabalhador e preocupado, principalmente, com os despossuídos e os mais carentes”, salientou o presidente da ALBA em seu discurso na solenidade.

Na ocasião, Adolfo também pediu que os prefeitos agilizem seus projetos para que sejam rapidamente atendidos pelo Governo do Estado. “O governador Rui Costa está com a caneta cheia de tinta, pronto para atender aos prefeitos em projetos de infraestrutura urbana, saúde e educação, mas é preciso que o projeto chegue logo. Na próxima semana, por exemplo, devem ser anunciadas novas autorizações para a construção de casas para os desabrigados pelas enchentes. As moradias para Itabuna e Ilhéus, por exemplo, já serão anunciadas na próxima semana”, disse Menezes.

Fotos: Sandra Travassos/ALBA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.