“Amplia acesso a procedimentos clínicos complexos na Chapada”, diz Marcelinho sobre policlínica em Itaberaba

A entrega da vigésima policlínica de saúde na Bahia foi caracterizada pelo deputado estadual Marcelinho Veiga (PSB) como mais um marco para a conta do governador Rui Costa (PT), que ampliou o acesso ao Sistema Único de Saúde (SUS) e regionalizou o atendimento de média e alta complexidade no interior do estado. Nesta sexta-feira (23), em Itaberaba, portal de entrada da Chapada Diamantina, o parlamentar socialista defendeu o processo iniciado ainda no governo do agora senador Jaques Wagner (PT-BA) e explicou que os 23 municípios da região beneficiados vão fazer a gestão da unidade inaugurada em Itaberaba em parceria com o governo do estado via consórcio federativo de saúde.

“Amplia acesso a procedimentos clínicos complexos na Chapada e garante que o paciente fique menos tempo fora de seu lar. Foram entregues também micro-ônibus para transporte das pessoas que precisam se deslocar para tratamento. Foram quase R$30 milhões de investimentos do governo estadual com estrutura e equipamentos. E mais de 400 mil pessoas serão beneficiadas. Ou seja, é um dos grandes marcos para a região chapadeira e um dos marcos para o governo Rui Costa”, salienta Marcelinho ao lado do deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), do prefeito de Wagner Elter Bastos (PSB), do ex-gestor de Boa Vista dos Tupim, Gidu Trabuco (PT), e do vice-prefeito de Utinga, Átila Karaoglan (PSB).

A Policlínica Regional da Chapada em Itaberaba dispõe de salas de atendimento ambulatorial, apoio diagnóstico e terapia (raio x, ultrassonografia, tomografia, mamografia, ressonância magnética, endoscopia, ergometria, eletrocardiograma, ecocardiograma, eletroencefalograma), sala para tratamento de diabéticos e coletas laboratoriais, além de sala para procedimentos ambulatoriais, apoio técnico, logístico e outros. A unidade oferecerá serviços ambulatoriais especializados e exames de alta complexidade a uma população estimada em mais de 400 mil habitantes com todo o suporte do Sistema Único de Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *