“Assim como em Simões Filho, mais de 100 Câmaras Municipais não tem representantes mulheres”, enfatiza Edylene Ferreira

“Assim como em Simões Filho, mais de 100 Câmaras Municipais não tem representantes mulheres”, enfatiza Edylene Ferreira

Em entrevista concedida, nesta segunda-feira (11), ao Programa Panorama de Notícias, na Rádio Simões Filho FM, a vereadora, presidente licenciada da União dos Vereadores da Bahia e pré-candidata a deputada estadual, Edylene Ferreira, falou sobre diversos assuntos da Bahia, como educação, segurança e destacou sobre a necessidade de uma maior participação feminina nos espaços políticos.

A liderança, que é vereadora no município de Serrinha, lamentou o fato de não ter nenhuma representante mulher na Câmara Municipal de Simões Filho.

“Tenho reforçado que precisamos sair do discurso e garantir oportunidades reais para que as mulheres ocupem os espaços de poder e decisão. Essa é uma luta nossa. Na Bahia, temos 4.630 vereadores, sendo 609 vereadoras, um número ainda baixo, tendo em vista, que assim como em Simões Filho, mais de 100 câmaras não tem nenhuma mulher como representante e isso se repete em todo país”, pontuou ela.

Questionada sobre a possibilidade de compor a chapa da vice do pré-candidato ACM Neto, Edylene pontuou: “Meu nome surge nesse cenário e é motivo de honra. Nunca tivemos uma mulher nessa posição em nosso estado e sei que ACM Neto tem o desejo concreto de colocar mulheres para estarem na linha de frente e contribuírem efetivamente com a Bahia. Tenho trabalhado constantemente, o meu nome ser lembrado é fruto do reconhecimento por minha trajetória. Sou uma pessoa de grupo e onde eu puder contribuir, estarei à disposição”.

Ainda durante a entrevista, Edylene falou sobre a necessidade de um olhar mais atento para o Centro Industrial de Aratu (CIA), entre outras demandas da Região Metropolitana de Salvador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.