Atores de desenvolvimento de 11 municípios participam de encontro em Jacobina

Gestores do Sebrae, agentes municipais e agentes de desenvolvimento traçam ações de sustentabilidade e desenvolvimento para os pequenos negócios

Por Tamara Leal

Nesta quarta-feira (16), a sala de treinamento do Sebrae em Jacobina foi palco do Encontro Regional de Atores de Desenvolvimento. Realizado pelo Sebrae, o evento contou com a participação de representantes de 11 municípios do Centro-Norte baiano, com cerca de 30 participantes, entre agentes de desenvolvimento (AD), secretários, diretores, superintendentes municipais e diretores de entidades de classe.

O objetivo da ação é promover o intercâmbio de experiências entre os participantes para a troca e apoio às ações estratégicas focadas na sustentabilidade dos negócios das micro e pequenas empresas (MPE), produtores rurais e microempreendedores individuais (MEI) no Sebrae em Jacobina, cujas ações abrangem 32 municípios.

Para o gerente do Sebrae, Geronilson Ferreira, a economia da região é fortalecida, por meio do trabalho integrado e colaborativo, engajamento e escuta. “Com a integração de atores em prol do desenvolvimento local e regional, em uma escuta ativa, os resultados são potencializados em ações concretas, com o propósito de disponibilizar soluções de acordo com as vocações de cada região, em uma agenda integrada e pactuada”.

A gerente executiva da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Campo Formoso (ACIACF) e agente de desenvolvimento do município, Ivone Ferreira da Silva, explica que “o conhecimento disponibilizado pelo Sebrae é fundamental à execução de planos de trabalho, com mais qualidade e assertividade, capazes de desenvolver e melhorar a visão produtiva e o ambiente de negócio nos municípios”.

Agentes de desenvolvimento e base regional

Capacitados pelo Sebrae para promoverem ações que visem o fortalecimento e desenvolvimento econômico, os agentes de desenvolvimento são os articuladores, mobilizadores e peças fundamentais na implantação da Lei Geral da Micro e Pequena em cada município.

Dos 32 municípios atendidos pelo Sebrae em Jacobina, 18 já contam com Salas do Empreendedor, que prestam serviços de apoio e orientação a quem quer abrir um negócio ou quem já tem uma atividade formalizada. Cada equipamento conta com, pelo menos, um agente de desenvolvimento.

Esses equipamentos estão localizados nos municípios de Piritiba, Caém, Jacobina, Mirangaba, Ourolândia, Saúde, Serrolândia, Várzea Nova, Miguel Calmon, Capim Grosso, Caldeirão Grande, Campo Formoso, Pindobaçu, Ponto Novo, Senhor do Bonfim, Itiúba, Riachão do Jacuípe e São José do Jacuípe.

Estão previstas as inaugurações, ainda este ano, das Salas do Empreendedor em Jaguarari, Pilar e Capela do Alto Alegre.

Mais informações sobre as soluções da entidade para os municípios podem ser obtidas no Sebrae em Jacobina, localizado na Rua J. J. Seabra, nº 69, bairro da Estação ou pelo telefone (74) 3621-4342. Os interessados também poderão fazer contato com o Sebrae em Senhor do Bonfim, na Rua Benjamin Constant, 12, Centro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.