Covid-19: Comissão de Ciência e Tecnologia realiza primeira sessão para discutir ações durante a pandemia no Brasil em 2021

Um ano após a intensificação do registro de casos da Covid-19, a Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Inovação da Câmara dos Deputados se reuniu nesta quarta-feira (10), para traçar novas estratégias e fazer um balanço da atuação da pasta no momento de crise sanitária, que exige um empenho de centros de pesquisas para avançar rumo à cura.

Um estudo realizado pela Agência USP de Gestão da Informação Acadêmica, que utilizou uma base de dados internacional, mostrou que o Brasil está em 11º no ranking de países com mais publicações científicas sobre a COVID-19. Das 168.546 publicações relacionadas à COVID-19, 4.029 foram produzidas por pesquisadores que trabalham no Brasil.

Para o deputado federal Alex Santana (PDT), membro da comissão, é um momento de cooperação do poder legislativo para intensificar o trabalho durante a pandemia. “Essa pasta está em evidência na Casa, especialmente nesse momento de fragilidade em que demanda muito de empresas e órgãos ligados às áreas de tecnologia, à exemplo da produção de vacinas e outros insumos que são necessários nos hospitais para salvar vidas. Mesmo com todas as dificuldades no último ano, conseguimos gerar propostas pertinentes e agora seguimos com a cooperação para auxiliar toda a reestruturação desses espaços ligados à inovação”, disse.

O parlamentar afirma ainda que os membros têm por obrigação realizar o acompanhamento e cobranças entre executivo e legislativo no processo de salvar vidas. “Além do desafio dos imunizantes e assistência aos pacientes com a Covid-19, precisamos garantir que a educação, essencialmente das redes municipais e estaduais, conte com a tecnologia necessária para levar o ensino remoto com qualidade aos estudantes”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *