Daniel aponta interesses do mercado nas privatizações de Bolsonaro

Vice-líder do PCdoB destaca os prejuízos da agenda privatista de Bolsonaro e Guedes ao país.

O deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA), vice-líder do partido na Câmara, falou, nesta terça-feira (25), por meio de suas redes sociais, sobre as perdas e prejuízos que o projeto neoliberal e as privatizações propostas pelo governo Bolsonaro representam para o povo e para o Brasil.

Daniel explicou que o princípio de um governo “é levar em consideração os interesses coletivos, jamais os privados” e que “a privatização é no sentido da exclusão do exercício da cidadania e a desresponsabilização do papel do Estado em promover a integração entre as pessoas, subvertendo tudo à lógica do mercado”.

O parlamentar destacou ainda que a visão de que o Estado é ineficiente é uma mentira. “Não há nenhum lugar do planeta que o mercado consegue resolver tudo.  A função do mercado é ser complementar, mas o Estado precisa garantir os direitos básicos para o povo”, disse.

Daniel esclareceu que “o governo está comandado por gente que defende a soberania do mercado, e só pensa no sistema financeiro. O ministro da Economia (Paulo Guedes), que é quem programa a privatização dos Correios, é um banqueiro defensor do grande sistema financeiro”.

Por fim, o parlamentar afirmou que a História já mostrou que as privatizações não resolveram os problemas. “Precisamos ser contra a venda do patrimônio público para o capital privado. Diga não à privatização dos Correios, da Eletrobras, e de todas as nossas riquezas nacionais.”

Foto: Richard Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *