Eleições 2022: PSOL sinaliza possibilidade de federação partidária com PC do B e REDE

O pré-candidato ao Governo do Estado baiano do PSOL, Kleber Rosa, afirmou nesta segunda-feira(20), que o Supremo Tribunal Eleitoral (STE) ao regulamentar as federações partidárias, acelerou o calendário eleitoral de 2022. Kleber diz que “a executiva nacional do partido agendou reuniões oficiais com a REDE e o PC do B em plena semana natalina e a presidenta estadual Elze Fachinnetti já solicitou reuniões com as direções da REDE e do PC do B estaduais”.

Entretanto, para o pré-candidato, “há muitas questões para se discutir e a resolver”. Cita, por exemplo, a identidade da federação no cenário eleitoral nacional, assim como na discussão das candidaturas em todos os estados, a reunião da documentação necessária para que seja dado entrada em cartório para ter personalidade jurídica, “tudo isto antes de requerer o registro da federação ao STE”. Será preciso também que os partidos discutam internamente o estatuto e o programa da federação, definam sua direção nacional, assim como a lista e as regras para a composição das chapas majoritárias e proporcionais”.

Kleber Rosa observa que “é preciso entender que a federação, como qualquer entidade pública, poderá sofrer impugnações e essas coisas podem levar tempo que não temos, assim”. Mesmo que a regulamentação preveja certos procedimentos sumários aos juízes, “será preciso correr, pois a federação precisa estar plenamente registrada seis meses antes da eleição, ou seja, no início de abril, e isso só será possível para as entidades que submeterem o registro até o dia primeiro de março”, finaliza o sociólogo e policial civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.