“Esperamos que a vacina ajude a frear o aumento da desigualdade entre homens e mulheres”, diz Ireuda Silva

Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, a vereadora Ireuda Silva (Republicanos), espera que a vacinação contra a covid-19 possa impulsionar a retomada da economia, ajudando a frear a ampliação da desigualdade entre homens e mulheres que tem ocorrido desde o início da pandemia. Pesquisa da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul mostra que as mulheres sofreram as maiores perdas de empregos formais nos últimos meses.

“A pandemia afetou mais as mulheres em praticamente todos os sentidos. Em outro momento, falei sobre as profissionais de saúde, que são as mais desamparadas nesse período. Também sabemos que aumentou a violência doméstica, uma vez que as mulheres passaram a conviver mais com maridos agressores. E agora constatamos que elas foram as que mais perderam empregos formais. Isso tende a provocar um retrocesso na luta por mais equidade de gênero. Porém, esperamos que a chegada da vacina ajude a frear o aumento da desigualdade entre homens e mulheres”, pontua Ireuda.

A republicana parabenizou o empenho da prefeitura de Salvador nessa primeira etapa de vacinação, que está concentrada em profissionais de saúde, idosos e outros grupos de risco. “Torcemos para que a campanha de imunização corra bem e de forma ágil, e para que a vacina chegue o quanto antes para a população em geral. Isso é de suma importância para que haja uma retomada consistente da economia, em que os mais pobres e os grupos historicamente excluídos são os que mais sofrem nesse tempo de crise”, acrescenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *