Fernando Menezes aos 90 anos compartilha a alegria do choro

Desde segunda-feira, chorões da Bahia começaram a  comemorar os 90 anos do  músico e bandolinista  Fernando Ramos de Menezes, nascido em Salvador  no dia 15 de janeiro de 1932. Na varanda do Sesi, foram  tocadas músicas de Fernando.Música instrumental de  qualidade  e beleza:choros, valsas,polcas, frevos,sambas.No encerramento, o compositor  subiu ao palco  para tocar ,confirmando  por que é  conhecido como “Fernando do Bandolim”.

Os chorões prometem novas homenagens para  Fernando.O escritor e bandolinista  Claúdio Arraes, no texto que escreveu para marcar o aniversário de 90 anos, justifica :”agradecemos ao Mestre Fernando do Bandolim, não apenas por ser um músico e compositor inspirado, mas principalmente pelo convívio amigável e pelos ensinamentos musicais que passa, adquiridos ao longo de sua longa experiência,

De acordo com Cláudio  Arraes, Fernando,autodidata, nasceu em uma família que cultiva a música, cujo avô materno Domingos Ramos foi maestro da Filarmônica Eratus de Nazaré das Farinhas. Os pais tocavam bandolim e seu irmão Orlando era um exímio cantor, tendo gravado três CDs.

Iniciou seu aprendizado musical aos 18 anos de idade ,interrompido quatro anos após e retomado depois de 27 anos, após sua aposentadoria como bancário.Tem dois  CDs

gravados, ambos autorais. O primeiro com 11 choros e o segundo com 18 valsas. Em 2020 lançou um Álbum de Partituras com 165 composições de sua autoria, com músicas de diversos gêneros, incluindo choros, valsas, frevos, sambas, maxixes, boleros, polcas..

Na sua longa caminhada , a lista de músicos com quem Fernando tocou é muito vasta,como Cláudio Arraes mostra no texto homenagem.. Tanto na Bahia como em outros estados, principalmente no Rio de Janeiro.Teve chance de conhecer Altamiro Carrilho,Paulo Moura,Paulo César, Pinheiro,Nelinho do Bandolim,dentre outros.

Nas rodas de choro de Salvador, Fernando representa a alegria e a experiência ,sendo muito respeitado e admirado pelos chorões,que batem palmas pela sua linda caminhada e por chegar aos 90 anos tocando e compondo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *