Internos da Colônia Penal Lafayete Coutinho são capacitados para produção de hortaliças orgânicas e práticas agroecológicas

Os internos detidos em sistema prisional, em fase de conclusão de pena, na Colônia Penal Lafayete Coutinho, em Salvador, participaram de uma oficina de capacitação para a produção de hortaliças orgânicas e práticas agroecológicas. A iniciativa é da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) do Estado da Bahia.

A atividade contribui com a criação de alternativas para a ressocialização dos detentos e é um incentivo a uma nova formação, visando também contribuir para o Projeto Horta Orgânica do Cárcere, desenvolvido na colônia penal.

Com a ação, será oportunizada aos internos a possibilidade para fazer os seus plantios e para trabalhar o tirar seu sustento da terra, para eles e suas famílias.

Nas aulas, teóricas e práticas, os reeducandos aprenderam sobre o planejamento de plantio, manejo ecológico do solo, manejo de pragas e doenças, preparos de insumos para utilização como defensivos biológicos, biofertilizantes, cobertura do solo, preparos de caldas para manejo agroecológico de pragas, entre outras técnicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.