Jerônimo afirma que a Bahia tem lado e critica ex-prefeito: “aos poucos, a política vai tirando a máscara dele”

“Aos poucos, a política vai mostrando de que lado o nosso adversário está. O Brasil precisa de um presidente que gosta de gente e a Bahia tem lado, o lado de Lula, o lado do trabalho, do emprego e da esperança”. A declaração é do pré-candidato do PT ao Governo do Estado, Jerônimo Rodrigues, que participou, nesta sexta-feira (27), da Sabatina UOL/Folha, transmitida ao vivo na internet. Na opinião do petista, “aos poucos, a política vai tirando a máscara” do ex-prefeito de Salvador e pré-candidato ao Governo pelo União Brasil, partido que deu sustentação ao Governo do presidente Jair Bolsonaro.

“Na Bahia, nós teremos um governo aliado de Lula para combater a fome e o desemprego. Não vamos abrir mão que as pessoas tenham dignidade e comida na mesa”, acrescentou Jerônimo, que destacou o trabalho do time de Lula na Bahia nos últimos 16 anos. “Nós avançamos muito, em estradas, infraestrutura, mobilidade, em água, saneamento, na regionalização da saúde pública. Com Lula na Presidência, vamos avançar ainda mais”, assegurou o ex-secretário da Educação e do Desenvolvimento Rural, que coordenou os dois programas do atual governador da Bahia e é considerado o homem de confiança de Rui Costa.

Confiante na vitória de Lula, dele e do senador Otto Alencar nas eleições de outubro, Jerônimo afirmou que “Rui Costa fez muito sem o apoio do Governo Federal, com um presidente que jogou contra a Bahia. Eu não tenho dúvidas que, ao lado de Lula, faremos muito mais. A Bahia quer mais”. O pré-candidato, que também tem o apoio do senador Jaques Wagner na aliança composta – até o momento – por oito partidos, disse que o ex-prefeito de Salvador “tem posição sempre dúbia”, mas lembrou que o adversário indicou cargos no Governo Federal durante a gestão Bolsonaro. “O Brasil tem jeito e a Bahia tem lado. É o lado de Lula”, pontuou o pré-candidato na entrevista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.