Leandro de Jesus sugere que cantor que queimou bandeira do Brasil responda judicialmente sobre ato

O advogado baiano Leandro de Jesus repudiou nesta segunda-feira (27) a atitude do cantor Tertuliana Lustosa, da banda A Travestis, que queimou uma bandeira do Brasil durante sua apresentação no município de Feira de Santana. O presidente do Instituto Bahia Conservadora afirmou que Lustosa deveria responder judicialmente sobre o ocorrido.
“O que a esquerda, as pessoas que defendem o comunismo querem é justamente desvalorizar o patriotismo. O que o cantor fez foi um crime contra a nação. A nossa bandeira deve ser respeitada, seja lá qual lado você defenda. Ele deveria responder judicialmente sobre o que fez. Um ato digno de pena, mas também de justiça!”, disse Leandro.
O vídeo que circula nas redes sociais mostra Tertuliana Lustosa com um isqueiro queimando a bandeira do Brasil na frente da plateia que também proferiu palavras de baixo calão ao presidente Jair Bolsonaro.
“É essa a educação que querem para o nosso país. Uma educação que não respeita autoridade, que joga no lixo valores conservadores e patrióticos. Volto a repetir: espero que a justiça tenha uma atenção especial pelo caso. Os responsáveis pelo ato deveriam responder judicialmente”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *